Um passeio por Kampong Glam: o bairro árabe de Singapura

Um passeio por Kampong Glam: o bairro árabe de Singapura

Booking.com

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Singapura é um país multicultural. Ali diversas religiões, raças e línguas convivem harmonicamente. Chineses, indianos e malaios são a maioria e, por isso, não é de se estranhar a existência de bairros com construções, lojas e restaurantes bem representativos de cada cultura. É o caso de Chinatown, Little India e Kampong Glam.

Kampong Glam é o bairro da comunidade malaia e mulçumana, também conhecido como distrito árabe.

A área foi entregue ao Sultão Hussein Shah como parte do tratado afirmado com a British East India Company que transferiu o domínio de Singapura aos britânicos em 1819. Em 1822, Stamford  Raffles, considerado o fundador da Singapura moderna, apresentou um plano urbanístico para remodelar cidade (raffles town plan), separando áreas específicas para diferentes grupos étnicos.

O Sultão e sua família passaram a residir em Kampong Glam, no Palácio Istana Kampong Glam. Logo em seguida foi contruída a mesquita do sultão (Sultan Mosque – Masjid Sultan) e vários comerciantes árabes se instalaram na região.

Uma sugestão de passeio é começar pela Arab Street, onde os vários comércios de tapetes e tecidos já proporcionam uma imersão na cultura árabe.

Arab StreetArab Street

Na esquina da Arab Street com a North Bridge Road já é possível avistar a mesquita Masjid Sultan com seu grande domo dourado.

Sultan Mosque Sultan MosqueArab Street Arab Street

A mesquita original foi construída em 1826, mas foi remodelada em 1924, apresentando hoje arquitetura com elementos turcos, mouros e indianos.

Turistas podem visitar a mesquita. Porém, é necessário trajar blusa de manga comprida e calça ou saia longa, em sinal de respeito. Vá com calçado fácil de tirar e colocar, pois é necessário tirá-lo antes de entrar no templo.

Depois de visitar a mesquita, caminhe pelas lojas do Bussorah Mall, uma rua exclusiva para pedestres onde há várias lojinhas, cafés e restaurantes. Ali é possível tirar lindas fotografias da mesquita e também apreciar os detalhes da arquitetura árabe.

Arab StreetArab StreetArab Street

Ao chegar na Baghdad Street aproveite para tomar um chá ou café tradicional. Doces e comidas típicas também não faltam por ali, como, aliás, ocorre em todo o distrito árabe.

De lá, siga para a Kandahar Street e termine o passeio avistando, mesmo que de longe, o Palácio Istana Kampong Glam. O Palácio, que serviu de residência para o Sultão, foi transformado no Malay Heritage Center e, atualmente, está fechado para reformas. A ideia é que funcione como um museu da cultura malaia.

[cetsEmbedGmap src=http://maps.google.com.br/maps/ms?msid=200940031780196836052.0004bc42b2ab3a264d733&msa=0&ll=1.302041,103.859081&spn=0.003266,0.004823 width=500 height=412 marginwidth=0 marginheight=0 frameborder=0 scrolling=no]

Para dicas de compras e restaurante, recomendamos o guia Celebrating the City: Kampong Glam, elaborado pelo Singapore Tourism Board em parceria com o Malay Heritage Center. O site Singapore Vacation and Attractions Guide também traz boas referências e dicas.

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

4 respostas

  1. Que lugar mais lindo, Anna. Muito interessante!!!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    março 29th, 2012

    Oi Rafael!!!
    O passeio é mesmo muito legal! E o melhor: menos turístico que o sempre lotado bairro de Chinatown.
    Ali há ótimas opções de compras e gastronomia!!
    Uma pena que no dia que fomos choveu bastante…
    Bjs, Anna

    Responder

    Rafael Carvalho Respondeu:
    março 29th, 2012

    Mesmo com a chuva as fotos ficaram incríveis! bjos

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    março 29th, 2012

    Muiiito obrigada!!! 😉
    Bjs, Anna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias
Booking.com
Posts Recentes