Templos em Bali: preste atenção quando falarem cuidado com os macacos!

Templos em Bali: preste atenção quando falarem cuidado com os macacos!

Booking.com

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Era de manhã quando chegamos ao templo Uluwatu. Estávamos de carro, com o motorista que contratamos no dia anterior. O local estava vazio e apenas poucas pessoas se encontravam na entrada.

Templo Uluwatu

Antes de ingressar na área do templo, todos precisam colocar um sarong, uma roupa típica balinesa, que se assemelha a uma saia. Homens ou mulheres, sem distinção, devem utilizar a vestimenta em sinal de respeito aos deuses.

De acordo com os costumes locais, as partes “não sagradas” do corpo (cintura e pernas) devem estar cobertas. O sarong somente não é necessário quando a pessoa está de calça. Nesse caso, basta colocar apenas um espécie de faixa ao redor da cintura chamada de sash. Muito templos, como é o caso de Uluwatu, emprestam sarongs e sashes aos turistas.

Depois de vestidos adequadamente, nosso motorista nos disse para guardarmos todos os colares, brincos, anéis, óculos e chapéus. Essa mesma recomendação também estava escrita em um placa na entrada do templo em diversos idiomas, inclusive em português. Dizia: “tire seus chapéus, brincos e óculos. Cuidado com os macacos no templo.”

Dito e feito. Guardei o brinco no bolso da bermuda e tirei os óculos, segurando-os na mão. O Fred fez o mesmo.

Depois de pagarmos a taxa de entrada no local, fomos abordados por vários vendedores e guia. No meio da confusão gerada pela dificuldade de comunicação, acabei, mesmo sem querer e saber, comprando um cacho de banana. Dei apenas uns passos e já vi dezenas de macacos vindo em minha direção ávidos pelas bananas. Devolvi imediatamente a banana e os macacos foram em direção ao vendedor…

Em Bali os macacos são considerados sacrados. Acredita-se que eles protegem os templos contra os maus espíritos. E em Uluwatu existem centenas e centenas deles!

Templo Uluwatu

Até aí eu achava que os macacos somente mexiam com os turistas que estavam com cachos de bananas….

Não andamos nem cinco metros e um macaco veio por trás e tomou os óculos escuros que o Fred carregava nas mãos. Levamos o maior susto! Para conseguir recuperar os óculos, foi uma dificuldade. Tivemos que correr atrás do macaco e comprar um novo cacho de bananas para trocá-las pelos óculos. Demoramos mais de 5 minutos nas negociações com o macaco!!

Hoje parece hilário, mas na hora… Preciso dizer que os óculos eram novinhos e ficaram bem estragados depois do passeio com o macaco??!!

Depois disso, voltamos até a entrada do templo e contratamos uma espécie de “guia” que, na verdade, serve para afastar os macacos de perto dos turistas. Fica aqui a dica: não leve nada nas mãos (bolsa, câmera fotográfica… nada!) e contrate o guia. A menos que você queira brincar com os macacos…

Templo Uluwatu

Após contratarmos a “guia”, não tivemos mais problemas com os macacos. Ela andava com um estilingue e simulava que iria atirar. A simples ameaça com o estilingue já era suficiente para afastá-los. Ela sequer andava com uma pedra. Vimos, contudo, outros turistas sendo alvo das brincadeiras dos macacos. Eles são bonitinhos, mas muito atrevidos!

Mesmo com os infortúnios, valeu a visita. A vista do templo é belíssima!

Uluwatu, ou melhor, Pura Uluwatu significa templo de pedra. O templo foi construído no alto de um penhasco em frente ao Oceano Índico. Sua posição foi estrategicamente pensada para proteger a ilha dos maus espíritos do sudeste.

Templo Uluwatu

Templo Uluwatu

Não é permitida a visitação ao templo propriamente dito, salvo em algumas cerimônias especiais. Dá apenas para avistar sua silhueta e algumas das estátuas na entrada.

Templo UluwatuTemplo Uluwatu

A vista do penhasco é espetacular!

Templo UluwatuTemplo Uluwatu

Vimos até uma tartaruga, que, segundo os costumes locais, traz sorte.

Templo Uluwatu

Dizem que o pôr do sol em Uluwatu é belíssimo! Imagino até que essa seja a melhor hora para visitar o templo, especialmente porque quando o sol começa a baixar, por volta de 18h, ocorre uma apresentação de kecak, uma típica dança balinesa. Deve ser um duplo espetáculo!

O Templo fica cerca de 1 hora de distância de carro de Seminyak, a depender do trânsito. Fica aberto ao público diariamente de 9 às 19h. As apresentações de kecak são diárias. Para o ingresso na área do templo é cobrada uma taxa de 3.000 rúpias, menos de R$ 1. Os guias cobram em torno de 50.000 rúpias, cerca de R$ 10. Não vimos lanchonetes no local e os banheiros são extremamente precários.

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

16 respostas

  1. Adorei esse post! Fiquei super curiosa para saber o que aconteceu para vcs terem acabado comprando o cacho de banana. risos
    Mil abraços.

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    fevereiro 3rd, 2012

    Olá!!
    Pra falar a verdade, nem eu sei o que aconteceu para eu ter pegado o cacho de banana.
    Era tanta gente falando ao mesmo tempo e me puxando que eu fiquei sem saber o que fazer. E, no final, acabei ficando com as banana, rsrs.
    Quando vi os macacos vindo na minha direção, fiquei assustada e joguei as bananas no vendedor. Foi bem engraçado!!
    Bjs, Anna

    Responder

  2. Lindas fotos! Eh a regiao com as praias mais lindas da ilha, as vistas sao incriveis. Mas os macacos… heheh Piores que praga!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    fevereiro 3rd, 2012

    Oi Carina!!
    Obrigada!!
    Vc tem razão: as praias ali perto são as mais bonitas mesmo. Gostei de ver os surfistas em Uluwatu e tb gostei do clima em Padang Padang. Aliás, das praias que visitamos, a que mais me agradou foi a Padang Padang. Apesar de pequena e cheia, a areia é branquinha e o mar estava bem azul.
    Quanto aos macacos, nem me fale…. Depois desse episódio, o Fred não queria ir a mais nenhum templo que tivesse macacos, rsrs.
    Bjs, Anna

    Responder

  3. Lugar lindo. E que macaco esperto! Melhor que muito comerciante por aí…

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    fevereiro 6th, 2012

    Olá Rafael!
    Certamente vale uma visita ao Templo Uluwatu! A vista é incrível!!
    Confesso que fiquei na dúvida se era o macaco que era esperto, ou se era o comerciante… Como os turistas sempre precisam comprar bananas para trocar pelos seus objetos furtados pelos macacos, ficamos pensando se os macacos eram ou não treinados pelos comerciantes para fazer isso…
    Mudando de assunto, vc viu que eu inclui o seu blog na lista de relatos de quem já foi para a Ásia? Dá uma olhadinha lá: https://www.nosnomundo.com.br/2011/11/sudeste-asia
    Gostei bastante dos relatos de vcs da Índia!!
    Bjs, Anna

    Responder

  4. Apesar do atrevimento dos macacos o lugar deve ser incrível.
    Desejo muito conhecer Bali e seus mistérios, tudo que pesquisa tem coisa linda e encantadora.
    Parabéns pela viajem!
    Beijos

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    janeiro 14th, 2013

    Oi Talita!!
    É verdade!! O passeio é ótimo, mesmo com os macacos, rsrs.
    Os templos balineses são encantadores! Os templos e as pessoas são o grande tesouro da ilha!
    Bjs, Anna

    Responder

  5. 🙂 o que ainda não faço muita ideia é de quanto sairia uma viajem dessas, porém pelo que eu pesquiso e encontro relacionando BALI com outros lugares é um viajem que não tem um custo tão alto.
    Em um breve futuro estarei lá desfrutando dessa maravilha.
    Bjs, Talita

    Responder

  6. Olá! Lugares realmente lindos!
    Estou indo para Bali em novembro. Gostaria de tirar uma duvida. Os passeios, guias, motoristas foram pagos em dolar americano ou em rupias?
    Estou nessa duvida quanto a troca de moedas.

    Obrigado!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    outubro 22nd, 2013

    Olá Leandro!
    Paguei grande parte dos passeios em dólares, mas alguns em rúpias.
    Bjs, Anna

    Responder

  7. ola. casualmente estou em Bali, e hoje fui com meu filho neste lugar…simplesmente maravilhoso. mas estava calmo e de cima se via o mar todo…paisagem maravilhosa….eu nao fui alem disso e voltamos de moto. lindo passeio,.pretendo ficar ate julho por aqui.
    fico na casa onde ele alugou por 2 anos…e eu tirei umas lindas ferias….conhecendo bali nos 4 cantos..
    valeu muito apena vir pra ca este ano.

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    maio 21st, 2014

    Olá Lixandra!
    Que legall!! Bali é realmente encantadora!! 🙂
    Aproveite bastante!
    Bjs, Anna

    Responder

  8. Estive em Uluwatu há 15 dias e devo dizer que tive uma "luta" com um macaco. Já tinha me precavido quanto aos óculos, mas, ao passar por entre a macacada, um que estava em cima do muro, furtou-me o boné e ficou rindo da minha cara. Em vão, segui aquele "infeliz" que mais e mais se distanciava. Vinha um senhora com uma cesta de frutas, distribuindo-as aos macacos. Pensei: agora ele troca o boné pela fruta, mas que nada. Pegou a fruta com uma mão e logo levou-a à boca, segurando boné com a outra. Apressei-me e peguei uma fruta da cesta e ofereci-a ao macaco "safado" que se interessou por ela. Cheguei mais e mais perto e joguei-lhe a fruta. No momento em que ele pegava a fruta, tomei-lhe o boné. Deu-me um esculacho, granindo, arregalando os olhos e mostrando os dentes, feroz… Venci!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias
Booking.com
Posts Recentes