Walking tour pelo Centro Histórico de Cartagena

Walking tour pelo Centro Histórico de Cartagena

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Para fazer uma caminhada guiada pelo Centro Histórico de Cartagena a dica é ir até a Igreja San Pedro Claver, onde ficam reunidos alguns guias à espera de turistas para fazer os passeios.

Contratei o guia William Ortega e acertamos o preço de $70.000 pesos (pouco menos de R$ 70) para fazer um walking tour de cerca de 3 horas pelo centro histórico.

Começamos o passeio pela Igreja San Pedro Claver, onde pude aprender um pouquinho da história da cidade.

Cartagena

Fundada em 1533, Cartagena foi o porto mais importante para a Coroa da Espanha. Ali era desenvolvido o tráfico de escravos, mercadorias e ouro. San Pedro Claver dedicou sua vida à proteção dos escravos e, por muitas vezes, foi considerado traidor por defender os negros. Posteriormente foi consagrado santo.

Igreja e convento abrigam o local onde Claver morava. A área externa do claustro tem uma vegetação particular. Ali há também algumas obras de arte religiosas relacionadas a San Pedro Claver.

Cartagena CartagenaCartagena Cartagena

O altar da igreja é feito de mármore Carrara trazido da Itália e abaixo dele se encontram os restos mortais de Claver.

Cartagena Cartagena

Na cúpula da igreja há a inscrição em latim com os dizeres “Pedro Claver, escravo dos negros escravos para sempre.”

Cartagena

O horário de funcionamento é de 8h às 5h30. Aos sábados, domingos e feriados o horário é de 8h às 4h30. É necessário pagar ingresso para visitar a igreja, no valor de $6.000 (adulto) e $ 4.000 (crianças).

De lá seguimos para a Plaza da Aduana, onde era realizado o mercado de escravos. Os casarões antigos, localizados ao redor da praça, demonstram a riqueza dos tempos áureos da cidade. Hoje, por ali, quase não há residências. Só agências bancárias e estabelecimento comerciais. Ali também se encontra um dos Centros de Informações aos Turistas.

Cartagena Cartagena

Em seguida, fomos para a Boca del Puente, que era a entrada principal de Cartagena construída em 1601. O nome Boca del Puente refere-se à ponte elevadiça que servia de ingresso à cidade murada, unindo a ilha de Getsemaní com o centro. Atualmente, não existe mais ponte, mas sim três arcos que servem para fazer o trânsito de pedestres. Em 1911 foi construída a Torre do Relógio (Torre del Reloj) para celebrar os 100 anos de independência da cidade.

Cartagena Cartagena

No centro da Plaza de los Coches fica a estátua de Pedro de Heredia, conquistador espanhol que fundou a cidade da Cartagenas das Índias, hoje mais conhecida apenas como Cartagena. Nesta praça é possível contratar charretes para fazer passeios na cidade.

Cartagena Cartagena

Não deixe de parar para experimentar os doces típicos no Portal de los Dulces, que fica bem em frente à Torre do Relógio. As opções de doces são inúmeras e o guia fez questão que eu experimentasse alguns… A cocada é maravilhosa!

Cartagena Cartagena

Continuamos a caminhada pelas ruelas estreitas da cidade, com casas coloridas e seus tradicionais balcões espanhóis, símbolos da cidade. Aprendi que nas casas coloniais os balcões são de madeira. Já nas casas construídas durante a República, entre 1800 e 1900, o balcões são de concreto.

Cartagena Cartagena

Seguimos em direção à Plaza de Simon Bolívar, com muitas árvores e bancos, ponto de encontro entre os locais. A praça já serviu de cenário para a Inquisição, mas hoje serve de homenagem a Bolívar, responsável pela independência de várias colônias espanholas.

Cartagena

Encontramos na praça uma palenqueira, vendedora com cestos de frutas e doces na cabeça, e descobri algumas frutas típicas que não conhecia. Uma delas é o caimito, uma fruta de casca roxa, que é doce, polpuda e muito gostosa.

Cartagena Cartagena

Fizemos uma parada rápida para conhecer a capela do Hotel Charleston e depois caminhamos até o Convento de Santo Domingo. A igreja é muito bonita, mas o que me chamou a atenção foi o pátio anexo à igreja, com seus lindos arcos.

Cartagena Cartagena Cartagena

O Convento de Santo Domingo fica na praça de mesmo nome. A igreja fica aberta de terça a domingo de 8h30 às 20h. A entrada somente é gratuita durante os horários das missas, que ocorrem às 11h e 17h.

A última parada foi na Catedral de Cartagena, o principal templo religioso da cidade que demorou 84 anos para ser construído. O interior é muito bonito, mas a torre, na minha opinião, é o grande destaque.

Cartagena Cartagena

Foto 2: Reprodução. Cory Bradley

A Catedral de Cartagena fica na Calle Santos de Piedra. A igreja fica aberta de terça a domingo de 10h30 a meio-dia e de 13h às 19h30. A entrada somente é gratuita durante os horários das missas, que ocorrem às 9h e 10:30h.

Antes de encerrar o passeio, o guia fez questão que eu experimentasse a limonada vendida em uma barraquinha na rua. A higiene não parecia o forte do lugar, mas fiquei sem graça de recusar. E não é que a limonada estava ótima! Super refrescante diante do calor enorme que fazia.

Cartagena

O contato do guia é williampajaroortega@hotmail.com. Ele fica diariamente na Igreja San Pedro Claver de 10 às 5h. Lembre-se sempre de verificar se o guia é credenciado e combinar o preço com antecedência.

O mapa da cidade murada de Cartagena pode ser consultado aqui.

Gostou? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

2 respostas

  1. ANNA,
    O guia willian so fala ingles?ou fala espanhol,portugues???
    aguardo resposta.
    Ana Paula

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    fevereiro 8th, 2014

    Olá Ana Paula!
    O guia que contratei falava espanhol. Não me recordo se havia guias que falavam português.
    Vá até a Igreja San Pedro Claver, que lá vc encontra vários guias.
    Bjs, Anna

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias
Posts Recentes