15 motivos para se aventurar pelas paisagens extraordinárias da costa oeste do Canadá

1 – Dirigir por uma das estradas mais lindas do mundo

Guarde esse nome: rodovia Icefields Parkway. Para muitos, é a rodovia mais bonita do mundo. E não é pra menos. Ao longo da estrada, há montanhas com neve, lagos de água azul turquesa, rios, cachoeiras, geleiras…

2 – Ficar de queixo caído com a água azul turquesa do Moraine Lake

Um vale formado por 10 picos, água de cor azul turquesa, pinheiros e canoas coloridas. Assim, é o Moraine Lake, um local quase surreal. A cor da água é tão (tão) azul que parece até tóxico, quase como um corante. Mas não é nada disso. A água, na realidade, é cristalina. A explicação do azul indescritível é por conta do lodo e dos pequenos pedaços rochas que se encontram na água do degelo das montanhas. Com a incidência do sol, a água ganha um tonalidade espetacular, que pode variar durante o dia e época do ano. Enfim, talvez seja o cenário mais bonito de todos da região das montanhas rochosas canadenses. É de tirar o fôlego!

3 – Andar de caiaque no Lake Louise

Há uma teoria que diz que quando o lugar é bonito, nem o tempo ruim atrapalha. E, quer saber, faça chuva ou faça sol, o cenário do Lake Louise é absolutamente deslumbrante.

4- Avistar ursos brincando no meio da rodovia

Na província de Alberta, na costa oeste canadense, não há traffic jam, expressão em inglês que significa engarrafamento. Há, ao contrário, bear jam, que são os “engarrafamentos causados pelos ursos”. É que os turistas sempre param ao longo das rodovias ao avistar um urso cruzando as estradas. E logo vários carros param atrás e, alguns curiosos corajosos, até descem para ver tudo mais de perto. Então fique esperto: se vir um carro parado no meio da estrada, pode saber que tem algum animal por lá.

Nos parques naturais da região das montanhas rochosas é possível encontrar dois tipos de ursos: black bear e grizzly bear. Tivemos a sorte de avistar, de longe, dois ursos pretos brincando ou brigando na estrada, vai saber… Tenho que confessar, a foto ficou desfocada. Não sei se de emoção ou de medo…

Se os ursos causam um certo pavor, talvez seja melhor torcer para dar de cara com um bode montanhês ou com um dos vários tipos de veados, dentre eles, os alces e um muito conhecido por nós desde a infância por causa do Papai Noel – as famosas renas ou caribus, cuja carne é deliciosa, vale provar!

5 – Fazer uma trilha e avistar uma geleira

Na costa oeste canadense não faltam florestas, rios, lagos e trilhas. Para quem gosta de caminhar, é um prato cheio. Há trilhas de diversos graus de dificuldade, todas bem sinalizadas. Fique de olho nos cartazes indicando a presença de ursos. E respeite o alerta! Em algumas trilhas, é necessário andar em grupos mínimos de 4 pessoas e levar spray de urso. Pois é, spray de urso. É tipo um spray de pimenta para que lançar no bichano, caso esteja prestes a ganhar uma mordida. Felizmente, não usamos.

Curiosidade: Os ursos-pardos e os ursos-cinzentos podem ultrapassar os 48 km/h e manter esse ritmo por 400 metros. Acha pouco? Só para que você tenha uma ideia, Usain Bolt —  o homem mais rápido do mundo — mantém uma velocidade máxima de 44,7 quilômetros por hora em apenas 20 metros.

Quer a indicação de um trilha sensacional? Então anote aí: Mount Edith Cavell Trail, no Jasper National Park. Foram quase 5 horas de caminhada, com parada para (muitas) fotos e almoço e um visual absolutamente recompensante! Mesmo no auge do verão, passamos por trechos com neve e avistamos a geleira Angel.

6 – Se hospedar numa cabana no meio da floresta

Já que o Canadá inspira aventura, o melhor é se hospedar no meio da floresta. Pode ficar tranquilo, não é assustador. Diversos hotéis oferecem cabanas dentro dos parques nacionais, com luxo proporcional ao bolso do freguês. Tem coisa melhor do que abrir a porta e sentir a brisa do rio, ouvir o som das folhas das árvores balançando, tomar um café da manhã ao ar livre ou fazer uma fogueira à noite, acompanhada de um bom vinho?

7 –  Subir num teleférico para avistar uma imensidão de montanhas

Se as trilhas não te agradam, a opção é subir a montanha no conforto das gôndolas ou dos teleféricos, sem o menor esforço. São muitas as opções, mas, se quer uma dica, a Gôndola Lake Louise é tudo de bom!

8 – Rafting, caiaque ou scenic river float

A depender da adrenalina desejada, dá para se jogar rio abaixo no rafting, no caiaque ou em bote infláveis. Estes últimos são os mais tranquilos. Não precisa nem fazer esforço. O guia maneja os remos e você fica tranquilamente só curtindo o visual. Crianças, idosos e até cachorros são super bem-vindos.

9 – Descansar na jacuzzi dos luxuosos hotéis às margens dos lagos azul turquesa

Como um pouquinho de luxo sempre faz bem, permita-se a extravagância de se hospedar às margens do Lake Moraine, Louise ou Emerald para ter aqueles lagos surreais só para você, antes da chegada das hordas de turistas. Aproveite também para se jogar nas jacuzzis de água quentinha no fim tarde e esquecer da vida!

10 – Fazer picnics com cenários cinematográficos

No Canadá, é possível fazer um senhor picnic. Todos os locais adoram fazer as refeições ao ar livre para curtir o verão. Por isso, não tenha vergonha de carregar a farofa. E a estrutura de picnic disponibilizada ao longo dos parque é fantástica. Todas são equipadas com mesas, banheiros (limpos!) e lixeiras a prova de urso (tadinho do Zé Colméia, hahaha). Em algumas, há até churrasqueira!

11 – Ficar sem palavras no mirante panorâmico do Peyto Lake

Caminhar até um mirante panorâmico que revela, lá embaixo, um rio de águas verdes cercados de montanhas e pinheiros é ou não é extraordinário?!

12 – Caminhar numa plataforma de vidro em cima do desfiladeiro

Você teria coragem de caminhar sobre uma plataforma de vidro no meio do precipicio a 280 metros do solo?  Assim, é a plataforma Glacier Skywalk. Se conseguir desgrudar os olhos do vidro e do rio que fica no precipício, dá para admirar a geleira Athabasca. Dá um pouco de medo, mas quem se importa. É show!

13 – Viver a experiências de alugar um motorhome

Hotel tem em qualquer lugar, certo?! Então que tal alugar um motorhome e carregar sua casa consigo ao longo da viagem. Os motorhomes são um febre no Canadá. Há toda uma estrutura para eles, além de lugares super privilegiados na beira dos rios para você “estacionar” a sua casa.

14 – Cansou de passeios na natureza? Vá tomar uma cerveja!

O Canadá também segue a onda das cervejas artesanais. E, por lá, há algumas cervejarias bem especiais. Recomendo as ipas e as ales com toque do blueberry da Jasper Brewing.

15 – Passear de bike pelos vinhedos de Kelowna

Que tal pegar uma bike e sair sem rumo pelos diversos vinhedos da região de Kelowna? Na província de British Columbia, vizinha a Alberta, é possível escolher entre centenas de vinícolas. E pode ter certeza, há ótimos rótulos canadenses. Como tudo no Canadá é cinematográfico, a vista das vinícolas também não deixa a desejar. E a gastronomia também não.

* Nossos agradecimentos ao Destination Canada e ao Tourism Vancouver pelo apoio e dicas.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.