Piazzale Michelângelo: a melhor vista panorâmica de Florença

É difícil encontrar adjetivos que definam a beleza singular de Florença.

A cidade é quase um museu a céu aberto, repleta de obras de arte e referências ao período renascentista. Para onde se olha, é possível encontrar uma estátua, um monumento, um edifício suntuoso, um palácio. E, para completar, Florença é uma cidade fotogênica. Qualquer que seja o ângulo, a fotografia fica maravilhosa.

Porém, é do alto do mirante da Piazzale Michelângelo que as fotos ficam escandalosamente bonitas.

Piazzale Michelangelo

A Piazzale Michelângelo fica do lado esquerdo do Rio Arno, em uma área mais elevada. De lá é possível avistar o majestoso e imponente Duomo,

Piazzale Michelangelo

Piazzale Michelangelo

a Ponte Vecchio cortando o Rio Arno,

Piazzale MichelângeloPiazzale Michelângelo

além das ruínas das muralhas da cidade.

Piazzale Michelangelo

Tenho que dizer que a praça Michelângelo, por si só, é bem sem graça. Há algumas réplicas de estátuas de Michelângelo e também barraquinhas com souvenirs e lanches para atrair os turistas. O que vale mesmo é a vista, que, aliás, na minha opinião, é a vista mais bonita de Florença.

Piazzale Michelangelo

No andar inferior da praça, há um restaurante com terraço panorâmico. Apreciar uma taça de vinho com essa vista não é nada mal…

Piazzale MichelângeloPiazzale Michelangelo

Fiquei com vontade de visitar a praça à noite. Dizem que a paisagem fica deslumbrante com os monumentos do centro histórico iluminados.

 

Informações úteis

É possível chegar à Piazzale Michelângelo de carro/ônibus ou a pé. O jeito mais tranquilo (e sem esforço) é de carro/ônibus, seguindo pela Viale Michelangelo. Se optar pelo transporte público, pegue os ônibus de número 12 ou 13 na Estação de Trem Santa Maria Novella.

Para quem vai a pé, o acesso é feito pelas escadas ou pelas rampas da Piazza Giuseppe Poggi ou pela Via del Monte alle Croci. Essa foi a nossa escolha. O trajeto que fizemos – da igreja Santa Maria Novella até o mirante – durou em torno de 30 minutos.

Prepare o fôlego, pois a caminhada é, em grande parte, morro acima. A parte boa é que, durante o percurso, dá para sentar em um dos vários restaurantes que ficam no caminho ou ainda descansar no Giardino delle Rose (Jardim das Rosas), para apreciar as flores e a vista.

Piazzale Michelângelo

Giardino delle Rose

Se decidir voltar a pé também, vale a pena testar as dicas de uma amiga que morou em Florença*. Ela super elogiou o restaurante I Tarocchi (End: Via dei Renai 12/14). Segundo ela, foi ali que ela comeu o melhor molho pesto e a melhor panacotta. Se preferir bar, ela sugere o Zoe (End: Via dei Renai 13 r) ou o Negroni Bar (End: Via dei Renai 17 r). Durante o happy hour, é possível aproveitar o buffet grátis, onde você só paga a bebida. Todos os três lugares ficam próximos à Ponte alle Grazie. Tentamos ir no restaurante, mas infelizmente estava fechado (segunda-feira).

 

* Deixo aqui meus agradecimentos à querida amiga Grazi Picinin, que meu passou a dica da Pizzale Michelângelo e outras tantas de Florença.

 

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.