Diário de viagem – Road Trip USA: Savannah – Georgia

Chegamos à metade da nossa viagem nos despedindo da Carolina do Sul. No quinto dia de viagem, entramos no quarto Estado americano a ser visitado durante essa road trip! Foram 107 milhas percorridas em 2 horas de estrada entre Charleston – Carolina do Sul e Savannah – Georgia, sem paradas.

Madison Square - Savannah

A palavra para definir Savannah é diversidade. Não é a toa que a cidade possui mais de 40 opções de tours completamente diferentes a serem feitos por lá. Caminhar pelas mais de 20 praças na parte histórica da cidade, curtir os bares, restaurantes e feiras da River Street, conhecer os artistas locais no City Market são só algumas das opções de atividades a serem realizadas.

Emmet Park - Savannah

Savannah

Começamos a explorar a cidade visitando a Savannah College of Art and Design – SCAD, que possui uma loja sensacional com os itens produzidos pelos alunos da escola. Ali é possível pegar um mapa que mostra onde estão todas as praças do centro histórico e as demais escolas do SCAD. Exploramos mais um pouco a área antes de seguirmos para o hotel The Brice, da rede Kimpton.

SCAD - Savannah

O The Brice é um hotel boutique que mistura luxo com uma pitada cool. Você vê o diferencial deles em cada detalhe do hotel: desde a recepção num fim de tarde com vinhos e aperitivos ao quarto moderno e funcional, com dock station, smart TV, amenities de alta qualidade e até um tapete de ioga em cada apartamento. Bebidas premium e mini bar recheado de opções para todos os gostos completam o pacote. Foi inaugurado no final de maio deste ano e está novíssimo!

The Brice by Kimpton

The Brice by Kimpton

The Brice by Kimpton

Se precisar, o hotel disponibiliza vários itens gratuitamente para os hóspedes, como bicicletas e guarda-chuva. Gostou e quer levar para casa? O hotel possui uma loja online, que vende desde a cama utilizada na rede, à bicicleta com o selo Kimpton. O bar/restaurante do hotel fica bastante cheio e animado à noite, mas o isolamento acústico é excelente.

The Brice by Kimpton

Pacci Italian Kitchen + Bar - The Brice by Kimpton

Do hotel, que fica no centro histórico de Savannah, mas está a apenas uma quadra da River Street, seguimos a pé para o restaurante onde almoçamos. O The Olde Pink House é uma excelente opção para alimentar o corpo e a alma. Além dos pratos deliciosos, o restaurante funciona numa casa centenária toda restaurada e cheia de histórias, inclusive algumas são de arrepiar…

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

A melhor parte? Os pratos são baratíssimos para o nível do restaurante e do que é servido – tanto em qualidade, como em quantidade. Para ter uma ideia, apenas 1 prato custa mais que US$20! A dúzia de ostras custa US$21 (em Julho de 2014).A apresentação é tão caprichada, que dá até dó de desmanchar a arte do chef, rs. Mas posso garantir que vale a pena só tirar uma foto de lembrança e se servir, pois o sabor é fantástico!

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

The Olde Pink House - Savannah

Após o almoço, seguimos explorando a cidade e optamos por fazer o passeio de barco pelo rio Savannah a bordo do Georgia Queen, da empresa Savannah Riverboat Cruises. O passeio é feito em aproximadamente uma hora, com diversas histórias curiosas que o capitão conta sobre a cidade, desde a sua fundação até os dias atuais. Além de conhecer mais sobre Savannah, o passeio permite ver a cidade de outro ângulo.

Savannah from Georgia Queen

Assim que desembarcamos, fomos caminhar na river walk para ver o movimento da cidade na região e acabamos conhecendo os mercados e feiras ao longo do calçadão. Artistas locais expõem os seus trabalhos e criações, para que os visitantes possam levar uma lembrança original de Savannah.

Menina acenando - Savannah

Street Art - Savannah

Na volta para o hotel, ao optarmos pelo caminho por dentro do Centro Histórico, vimos vários outros operadores de tours pela cidade. Bike tour, slow ride tour e até mesmo o divertido ghost tour, que leva os turistas a lugares “mal assombrados” da cidade – que já foi eleita a mais mal assombrada dos EUA – a bordo de nada menos que um carro de funerária conversível! É hilário!

Savannah - Georgia

Savannah

Slow Ride Savannah

Para encerrar o dia da melhor forma possível, recomendo assistir o pôr do sol no rooftop bar do hotel Bohemian, é espetacular! Chamado de Rocks on the Roof, o bar oferece diversas opções de drinks em um ambiente sofisticado e com ótima música. Apenas maiores de idade podem frequentar e um documento de identificação é solicitado na entrada.

Por do sol - Savannah

 

Diego Paiva viajou a convite do Discover America

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.
Diego Paiva

Sobre Diego Paiva

Apaixonado por aviões, deu um jeito de incluir os voos e aeroportos no seu dia-a-dia. É bibliotecário por formação, mas trabalha na aviação para ficar mais perto da sua paixão. Pretende desbravar destinos no Brasil e no mundo todo, conhecendo diversas pessoas e culturas. Já visitou 15 Estados do Brasil, 14 países e colabora com o Nós no Mundo desde 2013.

Comentários

  1. Márcio Cezar
    20 novembro 2015

    Caro Diego, parabéns pelo excelente material arquitetado e exposto. Só para cumprir essa função em relação ao valor de seu trabalho, já me daria por satisfeito. Mas gostaria de ter encontrado aqui uma pequena referência a Moon River, seus autores Mancini, Johnny Mercer, Hepburn, Sinatra, etc. e à magia que esse cenário inspirou, na consolidação representacional e artística dessa que é, sem dúvida, uma das mais harmônicas construções estéticas da Música Norte-Americana. A sua viagem no "dorso" do Savannah, deve ter sido, no mínimo, "mágico"… Parabéns novamente.

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    14 dez, 2015

    Olá, Márcio! Muito obrigado pelos elogios!

    Infelizmente a nossa viagem foi meteórica e passamos menos de 24h em Savannah, mas desejo muito retornar com mais tempo e aí sim saber todas as histórias da cidade e conhecer a fundo as referências que mencionou.

    Agradeço pelo comentário e por enriquecer o post com o seu conhecimento. 🙂

    Abraços!

    Responder

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.