10 motivos para amar Taormina, a cidade mais turística da Sicília

Não sabe onde fica Taormina? Então, pare tudo e leia esse texto. Pode ser que as suas próximas férias sejam para essa cidade italiana da Sicília. Lá o tempo passa mais devargar, as comidas são de lamber os beiços, as pessoas gostam de prosear nas ruas e o visual é de arrancar suspiros!

Veja aqui alguns bons motivos para descobrir (e amar) esse encantador balneário italiano:

1) Assistir a um concerto nas ruínas do Teatro Greco

As ruínas do Teatro Greco são talvez o monumento mais impactante de Taormina. E não é por menos. Afinal, o teatro construído em meados do século III aC tem uma vista incrível do mar. E, para completar, ainda serve de cenário para concertos, óperas e ballet.

Taormina

2) Curtir o clima interiorano e simpatia pitoresca dos sicilianos

Ruas estreitas espalhadas pelo morro, onde se dividem os poucos mais de 10 mil habitantes. Assim, é Taormina: uma cidade com jeito de cidade do interior.

Parece que ali todos se conhecem. Mesmo no auge do verão, a quantidade de turistas não chega a alterar o clima pitoresco do lugar. Nada de filas, nem muvucas. (Viva!) Por isso, não estranhe se, ao final da viagem, um morador local lhe der um presente, desejando que você retorne à cidade. Ou se um vendedor de frutas – daqueles que abre o carro e vende as frutas colhidas em seu terreno – lhe entregar de graça um pêssego, porque não tem graça cobrar por “um” só pêssego.

TaorminaTaorminaTaormina

3) Provar os canollis

Os canollis são doces típicos da Sicília. Parecem uns canudinhos de massa crocante recheados com creme de ricota e pistache. Uma cereja e uma raspinha de laranja em cima dão o toque final. São absolutamente deliciosos!

Taormina

4) Castelmolla: para o alto e avante

Castemolla é um pequeno vilarejo no alto do morro que tem visual mais do que privilegiado. De lá é possível avistar Taormina, o litoral da Calábria e o vulcão Etna.

As ruelas estreitas são charmosas e abrigam diversas lojinhas de artesanato. Não deixe de provar o famoso vinho de amêndoas (vino alla mandorla).

Taormina

5) Praias de água morma e transparente

É verdade que a praia é de pedra, mas a água morma e transparante é mais do que convidativa. E olha que os “lidos”, as barracas de praia de lá, têm uma estrutura invejável. Garanto que não é programa de índio. Só não esqueça de levar o chinelinho… rsrs

TaorminaTaorminaTaorminaTaormina

6) Experimente o clássico: Penne alla norma

Essa pasta é um clássico na gastronomia siciliana. Feita com berinjela, tomate, majericao e ricota al forno (não se assuste. Não tem nada a ver com a nossa ricota…). É uma delícia! Confesso que foi o prato que mais gostei de toda a viagem pra Itália. Vá por mim e prove o penne ala norma do Ristorante Tiramissu. É daquelas refeições pra ficar na memória!!

7) Isola Bella

A Isola Bella é uma pequena ilha no Mar Jônico. Como ela fica a uma curtíssima distância da costa, é possível, durante a maré baixa, seguir caminhando por uma pequena trilha até a ilha, que hoje é uma reserva natural.

Taormina

8) Granita para matar o calor

Para matar o calor, faça como os locais: tome um gelato italiano ou uma granita. Granitas são bebidas à base de frutas e gelo, servidas em diversas barraquinhas espalhadas pela cidade. É uma espécie de frozen para tomar de canudo e colher.

9) De olho no Etna, o vulcão mais ativo da Europa

Praticamente de qualquer lugar de Taormina é possível ver o vulcão Etna. Com seus 3.800 metros, ele surge majestoso e num belo contraste com o mar, que não fica muito distante.

Os mais aventureiros podem optar por passeios monitorados que levam ao cume do vulcão. Os mais preguiçosos podem escolher um ponto da Praça IX de Abril ou da cidade de Castemolla para encontrar o ângulo mais fotogênico do vulcão. Já os mais animados – etilicamente falando – podem fazer degustações de vinhos nos parreirais aos pés do vulcão. Não deixe de provar a uva Nero Davola, típica da região.

Taormina

10) Ah, o Limão Siciliano…

Nas receitas e por todos os lados, está presente o aroma do limão siciliano. Tudo bem que o limão siciliano veio do Oriente, mas foram os italianos que souberam muito bem aproveitá-lo. Impossível sair de lá sem provar ao menos uma receita que não tenha o toque cítrico e especial da fruta.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.