Valle Nevado na alta temporada: faça o que eu digo, mas não faça o que eu fiz…

Valle Nevado é a estação de esqui mais famosa do Chile. E não à toa. O local tem a melhor infra-estrutura das estações de esqui próximas a Santiago (Farellones, El Colorado e La Parva), com hotel 5 estrelas, diversos restaurantes e bares, spa, espaço fitness, piscina aquecida ao ar livre, sauna, recreação para crianças…

Com tantos atrativos, não faltam interessados em conhecer o resort, especialmente durante o inverno, quando as montanhas se enchem de neve e as pistas de esqui são abertas.

Valle Nevado

A temporada de esqui dura em torno de 3 meses, de final de junho a meados de setembro, e é dividida em alta e baixa temporada. Em todo esse período de neve não faltam brasileiros por lá. Mas é durante a alta temporada que há literalmente uma invasão de brasileiros.

No ano de 2012, a alta temporada foi de 2 de julho a 15 de agosto (além de todos os finais de semana e feriados da temporada de esqui), período que coincide com as férias escolares no Brasil e favorece o turismo dos brazucas em busca de neve.

São tantos (tantos!) brasileiros que posso até apostar que o português se torna a língua mais falada por lá durante alguns meses. Dá até para encontrar atores globais tirando fotos para as revistas de celebridades!

Valle NevadoValle NevadoValle Nevado

Brasileiros ou não, durante a alta temporada, o complexo do Valle Nevado fica lotadíssimo!

É tanta gente hospedada no resort – são 3 hotéis e outros tantos apartamentos para alugar – e tanta gente (não hospedada por lá) querendo utilizar as pistas de esqui que, durante a alta temporada, a estrutura parece não suportar tamanho movimento.

O que eu fiz… (Não faça!)

Foi justamente no dia 7 de julho de 2012, um sábado, auge da alta temporada, quando resolvi esquiar no Valle Nevado. Estávamos hospedados em Farellones (leia os detalhes aqui) e, por indicação do hotel, contratamos um motorista para nos levar até Valle Nevado. Combinamos de deixar o hotel por volta de 10h da manhã. Logo na saída já tivemos que enfrentar um enorme engarrafamento.

Valle Nevado

Demoramos mais de 30 minutos para percorrer 13km.

Próximo à estação de esqui, os estacionamentos já estavam lotados. Várias pessoas deixavam os carros longe e seguiam caminhando, carregando o equipamento nas mãos. Felizmente estávamos com o motorista e ele nos deixou na entrada do complexo.

Valle NevadoValle NevadoValle Nevado

Seguimos para o stand de aulas de esqui e, para nossa decepção, estava lotado. Tinha até senha para conseguir atendimento. Todos os brasileiros não muito familiarizados com a neve estavam ali.

Depois de esperar um bocado, me informaram que as próximas aulas já estavam lotadas. Só havia disponibilidade para o final da tarde. Resolvi então esquiar com a cara e com a coragem, e sem professor. Parti para a loja de locação dos equipamentos. Quando cheguei a loja estava tomada de gente. Não consegui saber se tinha fila, se não tinha fila, se tinha senha…

Valle NevadoValle NevadoValle Nevado

Perdi a paciência e acabei desistindo de esquiar. Foi uma frustração danada chegar ao Valle Nevado e não esquiar!

Como não tinha mais o que fazer e havíamos combinado com o motorista para nos buscar às 16h, sentamos no deck aberto de um dos restaurante e ficamos lá babando na paisagem e nas outras pessoas esquiando. O que poderia ter sido um desastre, acabou sendo divertido. Três garrafas de vinho depois, saimos de lá leves e felizes. Mesmo sem ter esquiado.

Valle NevadoValle NevadoValle NevadoValle NevadoValle NevadoValle NevadoValle NevadoValle Nevado

 

O que eu deveria ter feito… (Faça o que eu digo!)

Evite a alta temporada. Para fugir da muvuca e conseguir esquiar, opte por visitar as estações de esqui no final de agosto ou início de setembro. Ainda tem neve e há duas grandes vantagens: preços mais em conta e pistas de esqui mais vazias (ou, segundo alguns, menos lotadas).

Evite os finais de semana. Mesmo durante a baixa temporada, os finais semanas são considerados alta temporada. Sábado e domingo é quando os moradores de Santiago sobem a montanha para esquiar. Por isso, são dias sempre mais concorridos. A chance de ter engarrafamentos nos finais de semana também é bem maior. Isso sem falar nos preços que também sobem…

Chegue cedo. Quem quer esquiar tem que chegar cedo. Chegando próximo ao horário de abertura da estação de esqui, você evita filas em tudo, seja para estacionar o carro, alugar o equipamento, contratar uma aula, guardar objetos nos lockers…

Alugue a roupa de neve e o equipamento de esqui/snowboard com antecedência. Se puder, alugue a roupa de neve e o equipamento de esqui/snowboard antes de chegar à estação de esqui. No caso de um bate-e-volta de Santiago para o Valle Nevado, procure já sair de Santiago com todo o equipamento alugado e devidamente vestido para esquiar. Assim você ganha tempo e evita qualquer muvuca que tenha na loja de locação de equipamento. Além disso, há grandes chances de conseguir economizar um trocado alugando o material fora da estação de esqui.

Fique de olho no trânsito. Durante a alta temporada costuma ter imposição de limites de horários de acesso à montanha para facilitar o trânsito e reduzir os congestionamentos. Em regra, nos finais de semana da temporada de esqui, o trânsito nos dois sentidos da pista fica limitado para subir às estações de esqui no horário de 8h às 13h. Já no horário de 16h às 20h, o trânsito só flui no sentido de descida a Santiago, para facilitar para facilitar a vida de quem deixa as estações de esqui. Nos demais horários o trânsito é livre e as pistas nos dois sentido ficam abertas. Veja mais detalhes no post Como chegar às estações de esqui de Santiago: Valle Nevado, El Colorado, La Parva e Farellones

Prepare o orçamento. Esquiar não é barato, mas só quem já esquiou sabe que vale o investimento. Aquela adrenalina de descer montanha abaixo é inexplicável. Para não correr o risco de estourar o orçamento, consulte os preços e programe-se com antecedência. Veja mais informações sobre preços no post Quanto custa esquiar no Chile?

 

Ah, para garantir o dia de esqui nas outras estações de esqui de Santiago, também vale a pena seguir esses conselhos. Afinal, não há chavão mais repetido no mundo que “é melhor prevenir do que remediar”….

E você, já esquiou no Chile? Como foi a experiência?

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.