Como chegar às estações de esqui de Santiago: Valle Nevado, El Colorado, La Parva e Farellones

Santiago fica a 576 metros acima do nível do mar. Para esquiar, é necessário subir a montanha e alcançar os 2.500 – 3.000 metros de altitude.

A distância é pequena. São cerca de 30 km de Santiago até Farellones, a estação de esqui mais próxima. O problema é que a estrada tem pista simples, inúmeras curvas e falta acostamento ou guard rail em alguns pontos. Para completar, no período de inverno, há grandes chances de ter gelo na pista (o que exige menor velocidade e maior cuidado na direção) e os engarrafamentos causados pela enorme quantidade de veículos que sobem a montanha são frequentes.

Estrada de Santiago ao Valle Nevado

Com isso, gastamos em torno de 1h40 para fazer esse trajeto de 30km.

O caminho é simples. Basta seguir pela Avenida Las Condes, passar em frente ao Mall Sport e depois continuar conforme as placas indicando Farellones.

Estrada para Farellones

Antes de começar a subida da serra, há um posto policial (retén de carabineros) que inspeciona todos os carros, com o intuito de verificar os equipamentos de segurança, em especial a corrente para pneus, que evita derrapagens em pistas com gelo. O trânsito ficou parado por vários minutos…

Estrada de Santiago ao Valle Nevado

Logo depois, a pista ficou livre em alguns pontos e engarrafada em outros…

Estrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle Nevado

O trajeto é bonito e rende boas fotos!

Estrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle Nevado

Por conta da altitude, é comum ouvir relatos de pessoas que se sentem mal durante a subida. Então fica a dica: tome bastante água, respire lentamente e leve chicletes para mascar no caminho.

Fizemos esse trajeto em julho de 2012 e, no caminho até o Centro de Esqui de Farrelones, quase não havia gelo na pista.

Chegada a FarellonesEstrada de Santiago ao Valle Nevado

Chegada a Farellones

No trajeto de Farellones a El Colorado e La Parva, a situação já era diferente. À medida que subíamos, tinha mais e mais gelo na pista.

Estrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle Nevado

Nas fotos pequenas: El Colorado e La Parva

No trajeto de Farellones ao Valle Nevado, que deixamos para fazer em um final de semana, enfretamos o pior engarrafamento (e também a maior quantidade de gelo na pista). Demoramos mais de 30 minutos para fazer o trajeto de 13km de Farellones ao Valle Nevado. E quando chegamos, os estacionamentos estavam praticamente lotados… Quer conselho? Na alta temporada, evite o Valle Nevado nos finais de semana.

Estrada para o Valle NevadoEstrada de Santiago ao Valle Nevado

Estrada de acesso ao Valle Nevado

A pergunta que não quer calar, o que é melhor: alugar um carro ou contratar um transfer/excursão para fazer os deslocamentos de Santiago até as estações de esqui?

Aluguel de carro

Dirigir na neve exige cuidados especiais com o veículo e uma atenção redobrada do motorista. A pista fica escorregadia e as chances de se envolver em um acidente aumentam.

Por isso, só aconselho alugar um carro se já tiver experiência em dirigir na neve. Imagina todo o transtorno de sofrer um acidente ou ficar com o carro atolado na neve…

Transfer/Shuttles

Há diversas empresas que fazem transfers de Santiago até as estações de esqui. Os preços variam conforme o local de saída do transfer (se a saída é feita de local pré-determinado ou se busca o passageiro no hotel) e o tipo de transfer (coletivo ou privado).

Esse é o jeito mais prático. Você não tem que se preocupar com o trânsito nem com estacionamento. Chegando na estação de esqui, você decide a sua própria programação. A única preocupação é observar o horário de retorno.

Muitas empresas de transfers ainda oferecem aluguel de roupa de esqui e equipamento, o que facilita muito.

O custo médio é de $ 12.000 pesos (cerca de USD 25), por pessoa, até Farellones, El Colorodo e La Parva, e $ 15.000 pesos (cerca de USD 31) até o Valle Nevado. Esse preço inclui trajeto de ida e volta em van coletiva, saindo, em geral, da sede da empresa. Se for para buscar no hotel (hotel pick up service), o preço, em geral, sobe para $ 20.000 pesos, cerca de USD 42, por pessoa.

Para quem viaja em grupo, pode compensar o transfer privado. A vantagem é que você escolhe o horário de saída e chegada, e eles buscam no hotel. Uma van para até 6 pessoas custa entre USD 175 e 200 para o grupo.

Mais detalhes pelos sites Ski Van, Ski TotalSki Ahorro e Ski Cheap.

O transfer foi a opção que escolhemos. Contratamos a empresa Enotour, com quem fizemos um passeio pelo Valle de CasaBlanca. Pagamos USD 180 pelo trajeto de ida e volta, sendo a volta até o aeroporto de Santiago.

Excursões

Para quem curte excursões, há a opção de passeios a uma ou mais estação de esqui, com passeios e refeições incluídos. A média de preço é em torno de $ 24.000, cerca de USD 55, para um passeio de 4 ou 5 horas. Mais detalhes pelos sites Turistik e Turistour.

Preste atenção nos horários de subida e descida!

Uma última e importantíssima dica: no inverno, quando a procura pelas estações de esqui é grande, há a imposição de limites de horários de acesso à montanha para facilitar o trânsito.

Em regra, durante a semana, não limitação. É possível subir e descer a montanha em qualquer horário. Nos finais de semana e feriados, no período de 8h às 13h o trânsito fica limitado para subir às estações de esqui. Já no horário de 16h às 20h, o trânsito só flui no sentido de descida a Santiago, para facilitar para facilitar a vida de quem deixa as estações de esqui. Nos demais horários, o trânsito é livre.

Por isso, preste atenção na hora de montar o roteiro da viagem. Os horários são definidos pelas autoridades locais e podem sofrer alteração.

Nós ficamos hospedados em Farellones (leia os detalhes aqui) e tínhamos que pegar o voo para o Brasil às 14h de um domingo no aeroporto de Santiago. Pedimos para o transfer nos buscar por volta de 10h… Eles se recusaram e foi então que descobrimos a limitação de horário de tráfego. No período de 8h às 13h não poderíamos descer a montanha, já que o trânsito estaria limitado no outro sentido (subida). Tivemos que marcar o transfer para às 6h30 da manhã. Só assim conseguiríamos terminar o trajeto de descida antes de 8h… O resultado? Ficamos horas no aeroporto aguardando o horário do voo. Se soubéssemos da restrição de horário de subida e descida da montanha com antecedência, talvez teríamos alterado o roteiro para passar a última noite em Santiago…

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.