Viajando para o Japão com milhas: saiba como foi a nossa experiência

Comprar passagens áreas com milhas não é tarefa fácil. Demanda tempo e paciência para conseguir encontrar voos disponíveis, além de uma boa dose sorte para encontrar lugares vagos nas datas procuradas.

Para complicar ainda mais, as companhias áreas têm dificultado a emissão de bilhetes com milhas, restringindo o número de assentos e aumentando a pontuação necessária para a aquisição do bilhetes.

Mesmo com todas as dificuldades, conseguimos ir para o Japão usando nossas milhas do programas Smiles. Não foi fácil. Perdemos algumas manhãs consultando na internet datas e voos disponíveis, mas graças à persistência deu certo!

A parte boa da história é que conseguimos comprar passagens com milhas para voar na classe executiva com um valor razoável. A parte ruim é que não conseguimos emitir os bilhetes com milhas saindo ou voltando do Brasil. Em todas as simulações que fizemos só encontramos passagens com milhas saindo dos Estados Unidos ou Europa para o Japão. Resumindo, tivemos que pagar uns trechos e usar as milhas para os demais.

A ideia inicial era ir e voltar pelos Estados Unidos, fazendo o trajeto Nova York – Tóquio. No entanto, somente conseguimos opção com milhas para fazer os trechos Los Angeles (LAX) – Tóquio (Haneda), e Tóquio (Narita) – Lisboa. Foi o que fizemos. Demos literalmente a volta ao mundo para conhecer o Japão!

Gastamos o total de 90.000 milhas por pessoa para voar na classe executiva no trajeto acima citado: LAX-Haneda e Narita-Lisboa, com as empresas Delta Airlines e Air France, parceiras da Gol. Achamos que o valor foi razoável, especialmente diante dos valores do programa de fidelidade da TAM. Em uma das pesquisas que fizemos, o valor cobrando pelo TAM Fidelidade era de 100.000 apenas para fazer o trecho Lisboa-Brasília, na econômica!

Foi a opção mais econômica? Seguramente que não. Como tivemos que comprar passagens para destinos diferentes (Brasil-LAX e Lisboa-Brasil), pagamos mais caro. Se tivéssemos comprado todos os trechos na classe econômica talvez até teria ficado mais barato. Em compensação, voamos alguns trechos na classe na executiva (ufa!!). E dificilmente teríamos conseguido não fossem as milhas…

Valeu a pena? Sem dúvida que sim! Encarar dois voos de 12 horas de duração e ainda mais 12 horas de fuso horário no conforto da executiva é muito mais fácil do que ficar enlatado na econônica. Além disso, tivemos a experiência de voar no moderno A380, o maior avião de passageiros do mundo.

Moral da história:

1 – Tem que ser muito persistente para viajar com milhas. Pesquise, compre com antecedência e fuja da alta temporada.

2 – Não conseguiu emitir passagens com milhas saindo do Brasil? Se o destino buscado for distante e exigir uma conexão, talvez dê para emitir o bilhete com milhas da conexão até o destino final. Pode ser que valha à pena. 

3 – Milhas boas são milhas gastas. 

Deixo aqui algumas fotos da business class da Delta (A330-200) e do A380 da Air France, trechos que fizemos com milhas. Em breve um post com o review específico de cada um dos voos!

Delta:

Voando para o JapãoVoando para o Japão

Detalhe do chinelo distribuído no voo

Air France:

Voando para o JapãoVoando para o JapãoVoando para o Japão

Detalhe da entrada servida no voo: salada de camarão, filé de cordeiro com mostarda e molho de manga, e atum defumado. Depois teve ainda o prato principal, queijos, mais vinhos e sobremesa…

E então, o que vocês acharam? Fizemos bem?

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.