Um passeio pelo Congresso Nacional do Brasil

Quando estiver em Brasília, não perca a oportunidade de visitar o Congresso Nacional, um dos conjuntos arquitetônicos mais característicos da cidade.

Congresso Nacional

A obra, projetada por Oscar Niemeyer, é composta por um edifício com o formato da letra “H” e duas cúpulas que abrigam os Plenários da Câmara dos Deputados (cúpula voltada para cima) e do Senado (cúpula voltada para baixo).

Congresso Nacional

Dizem que a explicação para as cúpulas côncavas e convexas é representar o sistema de pesos e contrapesos. Além disso, a cúpula “para cima” representaria a ideia de que a Câmara dos Deputados está aberta às ideias do povo brasileiro. Já a cúpula “para baixo” representaria um local para reflexão, que valoriza a experiência e maturidade dos Senadores, que representam as unidades federativas.

A visita começa no Salão Negro e a entrada é feita pela rampa do Congresso.

Congresso Nacional

As visitas guiadas ocorrem diariamente de 9h30 às 17h, inclusive em feriados. As saídas são feitas a cada 30 minutos e as visitas têm duração aproximada de 30 minutos. Não é necessário agendar a visita com antecedência. Somente em caso de tours em inglês ou libra (linguagem dos sinais), há necessidade de agendamento pelo email visitas@camara.gov.br ou pelos telefones (61) 3216-1771 (dias úteis) e (61) 3216-1768 (finais de semana e feriados).

Não é permitido o ingresso de pessoas trajando bermudas ou shorts, nem chinelos. Por isso, vista-se adequadamente.

Quando é melhor fazer a visita: durante a semana ou aos finais de semana?

Para sentir o clima do Congresso, o ideal é visitá-lo durante a semana. Os corredores ficam movimentados, há diversos jornalistas no Salão Verde, e você ainda pode encontrar algum Deputado ou Senador transitando por uma das Casas.

Congresso Nacional Congresso Nacional

A desvantagem é que o roteiro da visita, em geral, é mais curto, para não atrapalhar o trabalho dos parlamentares.

Já nos finais de semana o roteiro costuma ser mais completo, incluindo até mesmo uma visita ao gabinete do Presidente da Câmara, que tem uma vista privilegiada para a Praça dos Três Poderes.

Congresso Nacional Congresso Nacional

O que esperar da visita?

Para quem gosta de conhecer museus e galerias de arte, ou se interesse pela história política do Brasil, a visita ao Congresso Nacional é um prato cheio.

No Salão Verde, local onde começa a visita, é possível admirar o painel de azulejos de Athos Bulcão, uma escultura de anjo de Alfredo Ceschiatti, igual aos anjos que se encontram na Catedral de Brasília, bem como um enorme painel de Di Cavalcanti.

Congresso NacionalCongresso NacionalCongresso NacionalCongresso NacionalCongresso Nacional

É nesse salão onde os parlamentares concedem entrevistas aos jornalistas.

Congresso Nacional

Depois é a vez de contemplar os presentes recebidos por parlamentares em viagens oficiais e também observar a maquete do prédio.

Congresso Nacional

No Salão Azul é possível tirar foto ao lados das bandeiras dos Estados. De lá, a visita segue para o Túnel do Templo, um corredor que registra acontecimentos políticos importantes na história do país.

Congresso Nacional

Ao final do corredor é possível apreciar os móveis do Antigo Plenário do Senado Federal, quando o Congresso era no Rio de Janeiro.

Congresso Nacional

O ponto alto do passeio fica para o final: visitar o Plenário das Casas.

No Plenário do Senado, o tapete é azul e na parede há um busto de Rui Barbosa, patrono do Senado. Os 81 Senadores têm assento fixo em ordem alfabética das Unidades Federativas.

Congresso NacionalCongresso Nacional

Impossível não reparar no teto e nos desenhos feitos no tapete. O teto é uma obra de Athos Bulcão e, além da função estética, é funcional, pois auxilia na acústica e na iluminação.

Congresso Nacional

Teto do Senado Federal

Os desenhos no carpete, com os traços da Catedral, da bandeira e do Congresso Nacional são feitos por um funcionário da Casa. Começaram meio por acaso e hoje os desenhos já são tradição.

No Plenário da Câmara dos Deputados, ao contrário do que acontece no Senado, não há assento fixo. Cada um senta onde quiser. O curioso é que não há assento para todos os Deputados. Isso mesmo! São apenas 396 assentos para 513 Deputados. A preferência fica para os líderes partidários.

Congresso NacionalCongresso Nacional

Outra curiosidade fica por conta do crucifixo afixado na parede e da bíblia colocada sobre a bancada da Mesa Diretora, apesar da Constituição estabelecer que o Estado é laico. A explicação é que servem apenas de enfeite, sem oficializar qualquer religião.

No final da visita você recebe um cartão postal do Congresso e pode enviá-lo gratuitamente para qualquer lugar do Brasil.

Congresso Nacional Congresso Nacional

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.