Teleférico do Complexo do Alemão: um passeio para toda a família no Rio de Janeiro

Quem escreve o post de hoje é o amigo e viajante inveterado Diego Paiva (@diegospaiva). Recentemente ele viajou para o Rio de Janeiro e nos conta como é o passeio de teleférico do Complexo do Alemão.

 

“O Complexo do Alemão no Rio de Janeiro foi um lugar onde o crime organizado reinou absoluto por muitos anos, tornando-se uma das áreas de maior risco de toda a cidade. Em 2010, pudemos acompanhar pela TV a retomada desse território pelos policiais e soldados das forças armadas em uma das maiores operações de pacificação já realizadas na capital fluminense, expulsando bandidos, facções criminosas e diminuindo drasticamente os crimes no local.

Infelizmente uma coisa que ainda persiste, mesmo mais de um ano depois da pacificação: é a ‘fama’ de lugar inseguro, o que afasta turistas e moradores de outros bairros/cidades do Rio de Janeiro, de uma ótima experiência de conhecer – mesmo que do alto – um pouco das comunidades que fazem parte do Complexo do Alemão, utilizando o teleférico.

Complexo do Alemão

O teleférico foi construído como parte das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), realizado pelo Governo Federal em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi inaugurado em julho de 2011 com o intuito de facilitar a locomoção dos moradores entre as favelas do complexo e a estação de trem de Bonsucesso.

É inevitável a comparação do teleférico do Complexo do Alemão com o da cidade de Medellín (Colômbia), que também foi construído com o mesmo intuito, e virou atração turística local. O Governo do Estado do Rio de Janeiro tem a mesma intenção, mas o receio dos turistas com a imagem pejorativa do Complexo (ainda) não fez a ‘atração’ entrar no roteiro da maioria dos visitantes da cidade.

Confesso que eu também tinha receio de ir até lá para conferir de perto o teleférico, ainda mais sozinho, que é como costumo andar pelo Rio de Janeiro. O acesso não é muito fácil para pessoas que estão em outros bairros, mesmo tendo trem integrado à estação. A maioria precisa pegar o metrô, ir até alguma estação com integração, mudar para o trem (que são bem ruins no Rio de Janeiro) e seguir para a estação de Bonsucesso, onde há o embarque do teleférico.

Acontece que, na minha última ida ao Rio de Janeiro, visitei a minha madrinha que mora em Ramos e comentei que tinha vontade de conhecer o teleférico. Resultado? Fomos todos (6 pessoas) no dia seguinte de carro conhecer o Complexo do Alemão e seu teleférico! 😀 (Dica: Se você não for da cidade, ou não tiver quem possa te levar lá, acredito que a melhor opção seja ir de táxi ou carro alugado, principalmente se você for com mais pessoas para dividir a corrida/aluguel do carro.)

Ao chegar, me deparei com uma estação limpa, organizada, pintada sem nenhum sinal de pixação e com várias obras de arte. Além disso, os funcionários eram educados, todos os equipamentos estavam funcionando e ainda tocando música clássica (!). Parecia que tinha acabado de ser inaugurada! Parabéns à Super Via, que administra o teleférico. (Só precisa melhorar e muito os trens que fazem integração com a estação do teleférico).

Complexo do Alemão

Compramos os nossos bilhetes e seguimos para a área de embarque. Subimos as escadas rolantes e já saímos onde as cabines passam bem devagar para que as pessoas possam embarcar e seguir viagem.

Cada cabine transporta até 10 pessoas, cinco de um lado e cinco do outro, mas com um certo aperto, porque a cabine não é tão espaçosa. Acredito que a lotação perfeita seria no máximo 4 pessoas de cada lado. De qualquer forma, no horário em que visitamos, fomos praticamente só nós seis dentro da cabine até a estação final.

Complexo do Alemão

O primeiro trecho vai de Bonsucesso até a estação Adeus, que fica no topo do morro de mesmo nome. Essa é a parte em que o teleférico sobe mais, pois ele vai do nível da rua até o topo do morro do Adeus. A vista é muito bonita da baía de Guanabara, Ilha do Governador, ponte Rio – Niterói e um pouco do centro do Rio.

Ao chegar na estação Adeus, as portas são abertas automaticamente enquanto a cabine se locomove lentamente dentro da estação, para que os passageiros possam entrar e sair. No nosso caso, continuamos dentro da cabine rumo à estação final, mas até lá ainda passamos por outras três estações: Baiana, Alemão e Itararé, para só então vir a estação Palmeiras, que é a final e de desembarque obrigatório.

Complexo do Alemão

A partir da estação do morro do Adeus é que dá pra visualizar o chamado Complexo do Alemão. São *muitas* casas construídas uma ao lado da outra, com vários andares e sem uma ordem pré-estabelecida. Há momentos em que você chega a se perguntar “como o morador consegue chegar ali?”. Também é possível ver muitos carros de polícia e homens das forças armadas, principalmente perto das estações do teleférico.

Quando chegamos na estação Itararé, um senhor que trabalha na estação passa em cada cabine perguntando se é a primeira vez que estamos utilizando o teleférico, o que estamos achando e se temos alguma dúvida. Achei bem bacana essa interação, a cordialidade e explicação de como funciona. Por mais que seja bem rápido, achei muito válido e deu para perceber que muita gente utiliza o transporte para fins turísticos.

Complexo do Alemão

Na estação final, Palmeiras, onde o desembarque é obrigatório, você pode descer, ir até a bilheteria e voltar no mesmo instante. Mas recomendo que dê uma volta pelo menos por ali onde a estação está. Há uma pequena praça e uma espécie de mirante para você observar o vai e vem do teleférico, ver melhor o Complexo e ainda fazer um lanche. Vários moradores aproveitaram a oportunidade para vender lanches na estação, já que há apenas um quiosque da Kibon (oficial) e todos os passageiros são obrigados a desembarcar.

Complexo do Alemão

Para voltar, o processo é o mesmo. Se você já tiver comprado ida e volta na estação de Bonsucesso, basta se dirigir até a catraca e acessar o embarque para voltar ao ponto inicial do teleférico. Caso ainda não tenha comprado, é só se dirigir até a bilheteria, comprar o bilhete para voltar à estação inicial e seguir para o embarque.

Assim como na ida, as estações do meio do caminho possuem desembarque facultativo, sendo obrigatório descer apenas na estação final, nesse caso, a de Bonsucesso. Lembrando que essa estação possui integração com o trem da Super Via.

Complexo do Alemão

O horário de funcionamento do teleférico do Complexo do Alemão (em Janeiro de 2012) é o seguinte:

Segunda à Sexta – 06h às 21h
Sábados – 08h às 20h
Domingos e Feriados – 09h às 15h

Tarifas (em Janeiro de 2012): Unitário – R$1,00 (Pagamento em Dinheiro ou Riocard)

Integração: Trem + Teleférico – R$2,80 (Pagamento em Dinheiro, Riocard ou Cartão Integração)

Idosos e Crianças de até 5 anos não pagam.

Observação: Não recomendo que visite o teleférico em dias chuvosos ou que esteja ventando muito, pois o teleférico costuma suspender as operações quando há ventos fortes.”

 

* Texto e fotos por Diego Paiva

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Comentários

  1. 6 junho 2012

    Muito bom o texto, informação na medida, mto obrigada pelas informações

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 jun., 2012

    Olá!!
    Agradeço os elogios em nome do Nós no Mundo e do Diego!!!
    Bjs, Anna

    Responder

  2. 6 junho 2012

    O Diego, um querido!, está prontinho pra começar o blog dele, vocês não acham? :-)

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 jun., 2012

    Oi Marcie!!
    É verdade!! O Diego é super prestativo e tem sempre boas dicas de viagens, passagens, passeios…
    Tenho certeza que está pronto para começar o dele!! Estamos na torcida!!!
    Bjs, Anna

    Responder

  3. 6 junho 2012

    O Diego é demais! ótimo post!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    10 jun., 2012

    Assino embaixo!
    Bis, Anna

    Responder

  4. Diego Paiva
    11 junho 2012

    Pessoal, muito obrigado pelos comentários! Fico feliz que tenham gostado do post.

    Marcie, tá enrolado, mas um dia esse blog sai! rsrs

    Anna, mais uma vez, muito obrigado pelo espaço. Uma honra pra mim ter um post aqui no Nós no Mundo.

    Beijos.

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    13 jun., 2012

    Oi Diego!!
    Adoramos a sua participação!!
    Espero que seja a primeira de muitas!!! 😉
    Bjs, Anna

    Responder

  5. 23 junho 2012

    Dieguito e Anna, arrasaram no post!! Parabéns pro Diego pelo texto, endosso a torcida pelo blog que sei, será um sucesso. Muito obrigada à Anna, por abrir o Nós no Mundo para essas "visitas" dos amigos =)

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    24 jun., 2012

    Oi Camilla!
    Na verdade, os meus agradecimentos são para vc e para o Diego que ajudaram a começar a coluna de posts dos amigos!!!
    Adorei a participação de vcs!!! Já estou esperando a próxima!!! Aliás, quero saber tudo daquele seu passeio pelo Grand Canyon!!!
    Bjs, Anna

    Responder

  6. Malu
    26 setembro 2012

    Fiz este trajeto com minhas filhas e achei maravilhoso. Não conheceu o Rio quem não fez este trajeto. Todas as dicas e informações desta página são precisas. No entanto, em cada estação, havia um atendente para perguntar se estávamos bem e se precisávamos de alguma informação. Simplesmente divino. Apesar de tudo que ouço das dificuldades por que passam estas Comunidades, o Rio de Janeiro é abençoado e belíssimo. Malu-SP

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    27 set., 2012

    Olá Malu!
    Apesar de tudo, o Rio continua lindo!!!
    Ainda não fiz esse passeio, mas certamente está na minha wish list!!
    Bjs, Anna

    Responder

  7. rosemery
    28 outubro 2012

    fui no complexo sabado,eu e meus amigos adorei o passeio ,fui muito bem recebida,
    o passeio é lindo as pessoas deverião ir beijo a todos rosemery

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    29 out., 2012

    Olá Rosemery!
    Ainda não fui… mas imagino que deva ser mesmo lindo!
    Não vejo a hora!
    Bjs, Anna

    Responder

  8. José Carlos P
    6 novembro 2012

    Eu e a patroa (74 / 70) fomos conhecer o teleférico hoje (6/11/12). Fiquei surpreso e empolgado. Achamos maravilhoso. Saímos de Bonsucesso até Palmeiras. Na ida não tivemos problema algum. Na volta estava ventando forte, a cabine balançou um pouco e fiquei mareado. Soltamos numa estação intermediária e os funcionários, ao perceberem q eu não estava me sentindo bem, foram de uma gentileza e atenção dignas de um hotel 5 estrelas. Enfim, apesar do mal estar q passei, dou 10 para o teleférico do Alemão. Esclareço que minha esposa nada sentiu. ET- destaque também para os banheiros limpíssimos e de ótima aparência.

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 nov., 2012

    Olá José Carlos!
    Que bom que gostou do passeio!
    Atendimento eficiente e banheiros limpos… bem que podia ser assim em todas as atrações turísticas no Brasil!
    Bjs, Anna

    Responder

  9. vera
    18 novembro 2012

    Diego Boa Noite, Eu Moro no Rio, e sempre tive vontade de andar no teleférico. Mais pensava que era só para morador, voce deu uma dica muito importante,Terça dia 20 feriado, irei lá com meu neto de 6 anos ele vai adorar. Muito Obrigado. Voce é um bom guia Turistico deu as dicas direitinho. Abraços!!!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    19 nov., 2012

    Olá Vera!!
    Espero que vc aproveite bastante o passeio!!
    Bjs, Anna

    Responder

  10. JORGE REIS SANTOS
    4 janeiro 2013

    Com essa dicca, com certeza iremos conhecer o teleférico.
    Obrigado. Jorge Reis

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 jan., 2013

    Olá Jorge!
    Que ótimo!! 😀
    Depois volte para contar como foi!!
    Bjs, Anna

    Responder

  11. Ana Claudia
    7 janeiro 2013

    Vou este fds, valeu
    Cláudia

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    7 jan., 2013

    Que ótimo, Ana Claudia!
    Depois conte o que achou!!
    Bjs, Anna

    Responder

  12. Andressa
    5 março 2013

    E se for de carro ate a estacao tem onde estacionar o carro la por perto?

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    10 mar., 2013

    Olá Andressa!
    Infelizmente não sei dizer…
    Se vc descobrir, compartilhe com a gente! :)
    Bjs, Anna

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    13 mar., 2013

    Oi, Andressa! Tem estacionamento sim. Fica praticamente em frente à estação Bonsucesso. :)

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    14 mar., 2013

    Oi Diego!
    Obrigada pela resposta!!! :)
    Bjs, Anna

    Responder

  13. lane
    17 março 2013

    Boa noite !! Alquém pode, por gentileza, me informar onde pego este teleférico ?? Estou proximo ao hospital de bonsucesso ( passarela da linha amarela – proximo ao hospital ) e não sei como faço para ir ao morro do alemão.. quero muuuiito conhecer este trajeto pelo teleferico..!! POR FAVOR , espero que alquém me explique como faço..?? Muito grata,desde já!!

    Responder

    Octaviano B. Sampaio Respondeu:
    24 mar., 2013

    Você embarcará dentro da estação Bonsucesso na Praça das Nações.

    Responder

  14. JULIANA
    23 maio 2013

    ESTOU QUERENDO IR AMANHÃ COM MINHA FILHA E UM AMIGO QUE NÃO MORA NO RJ SEMPRE QUE PASSO NA LINHA AMARELA FICO COM VONTADE ,O PROBLEMA É QUE ESTA CHOVENDO E NÃO SEI SE VAI DAR MAIS VOU TENTAR
    DEPOIS CONTO AQUI MINHA EXPERIENCIA !!

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    27 maio, 2013

    Olá, Juliana!

    Tomara que dê certo a sua visita. :)

    Aguardamos o seu retorno com o relato da sua experiência.

    Abs!

    Responder

  15. Claudio
    27 maio 2013

    Ainda não fui mas, estou planejando fazer uma visita com minha família.

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    28 maio, 2013

    Olá, Claudio!

    É um passeio barato e tem uma vista linda da cidade.

    Abs!

    Responder

  16. Marcello
    28 maio 2013

    Gostaria de saber como acho um guia da comunidade para fazer passeios no complexo. Obrigado.

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    28 maio, 2013

    Olá, Marcello!

    Infelizmente não temos o contato de ninguém, mas é bem provável que o pessoal do Voz das Comunidades possa te ajudar.
    http://www.vozdascomunidades.com.br/

    Abs!

    Responder

  17. Katia Bezerra
    29 maio 2013

    Diego

    Suas fotos sao belissimas. Voce me daria permissao para usar a foto abaixo no meu livro?
    http://i0.wp.com/farm8.staticflickr.com/7089/7343

    Responder

    Diego Paiva
    Diego Paiva Respondeu:
    6 jun., 2013

    Olá, Katia!

    Muito obrigado! Desde que tenha os créditos, pode usar sim. :)

    Quando publicar, manda a referência do livro pra gente prestigiar o seu trabalho tb!

    Abs.

    Responder

  18. waldson correia
    26 agosto 2013

    sou o Waldson, morador de Campo Grande,vou aproveitar a visita do meu irmão com sua esposa,ao Rio, para irmos ao teleférico do alemão. Muito valida essas informações.Parabéns a todos

    Responder

  19. marianna
    4 fevereiro 2014

    oi sou marianna moradora de campo grande,ja fui varias vezes no teleferico
    do alemão e adorei foi muito bommmmmmmmm!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  20. Renato
    8 março 2014

    Como nativo eu não aconselharia ninguém a ir a tal "passeio". Favelas são um barril de pólvora e podem explodir a qualquer momento. Vire e mexe sai na imprensa notícias de estranhos atacados nesses locais, basta entrar no lugar errado na hora errada. Teve há pouco um turista alemão que levou um tiro na favela da rocinha e não morreu por intervenção divina. Há centenas de lugares menos arriscados a se visitar no Rio, então para que correr risco?

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    10 mar., 2014

    Olá Renato!
    Obrigada pelas informações.
    Bjs, Anna

    Responder

  21. Bruno
    20 junho 2014

    Se você pensar assim, não vai sair de casa. Quase todos os lugares do Rio estão perigosos hoje em dia. E como o autor do texto disse, nas estações eles reforçam o policiamento. Vale a pena a visita.

    Responder

  22. dr saturnino
    10 dezembro 2014

    sou paraibano vim conhecer o rio e visitei o alemaõ de teleférico foi um passeio agradavel tododentro das normas jamais esquecerei

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    5 jan., 2015

    Que ótimo! :)
    BJs, Anna

    Responder

  23. Carla
    24 abril 2015

    Estou pensando ir ao Rio de Janeiro em Setembro, Estando hospedada em Copacabana qual o trajecto que tenho de fazer?È seguro ir de transporte publico?Também gostava de conhecer a igreja da escadaria da Penha também é possível conhecer em segurança?

    Responder

  24. 23 maio 2015

    Olá Carla!
    Nos últimos dias aconteceram alguns incidentes no Morro do Alemão.
    Não sei se é muito seguro ir para lá agora…
    Bjs, Anna

    Responder

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.