Roteiro etílico – gastronômico em Brasília

Veja a nossa seleção de lugares para beber e comer bem na Capital Federal.

Para tomar um chopp e comer bem:

O Boteco (406 Sul, Bloco D – Loja 35, tel: 3443-4344). Os petiscos são todos ótimos! A coxinha de carangueijo é perfeita!

Varanda do Porcão (SCES Trecho 2 s/n, Cj 35, tel: 3223-2002). O chopp é gelado e as porções de petiscos um pouco reduzidas, mas os pasteizinhos de requeijão são deliciosos.

Faisão Dourado (314 Sul, bloco D – loja 2, tel: 3245-6521). É um dos botecos mais famosos da cidade, com direito a mesas de plástico e cerveja gelada. Dizem que é de lá a picanha mais gostosa da cidade.

Para um bar tradicional:

Beirute (109 Sul, Bloco A – Lojas 2 e 4, tel: 3244-1717 e 107 Norte, bloco D, tel: 3272-0123). Lá todas as tribos se encontram.

Libanus (206 Sul, bloco C – loja 36, tel: 3244-9795). É um clássico. A cerveja é gelada e o quibe recheado com queijo faz sucesso.

Bar Brasília (506 Sul, bloco A – loja 15, tel: 3443-4323). O lugar é charmoso, ao estilo dos antigos botequins, e não costuma ter molecada. A feijoada aos sábados é bem disputada.

Para para petiscar e bater papo:

Mont Serrat Grill (CCSW 2, lote 4 – Sudoeste, tel: 3341-1212). O ambiente é simples, mas a cerveja gelada e o atendimento nunca decepcionam.

Para ver e ser visto:

Devassa do Pontão (Pontão do Lago Sul, tel: 3365-1690). O bar fica bem em frente ao Lago Paranoá. A vista é linda! O melhor dia para ir é domingo no final da tarde para curtir o pôr do sol. Chegue cedo, pois costuma ficar lotado.

Para ir arrumadinho tomar uma cerveja, ou melhor, um drink:

Dudu Bar (303 Sul, bloco A – loja 3, tel: 3323-8082). A música é ótima e costuma ter DJ aos finais de semana. A carta de drinks é bem variada e as comidinhas são deliciosas. O filé com molho de goiabada cascão e risoto de queijo coalho, o robalo baru, e o robalo dos sonhos (com molho de camarão, salmão) são fantásticos!

Balcony (412 Sul, bloco C – loja 17, tel: 3245-5535). A casa tem inspiração nos bares americanos, com um grande bar no centro. Esse, aliás, é o melhor lugar para sentar. Aos finais de semana, costuma ter apresentação de saxofone. Às sextas e sábados, faça reserva (pois é, dá para reservar um assento no balcão?!) ou chegue cedo.

Para um jantar com direito a baladinha no final:

Enfim (210 Sul, bloco C, loja 38 – tel: 3443-8878). Faz o estilo restaurante/lounge. De quinta a domingo tem DJ e música animada. O pratos são sofisticados e deliciosos. Fica o registro de que as entradas tem porções bem reduzidas, mas os pratos são bem servidos. Recomendo de entrada o brie ao alho poró (R$ 18,50) e a bruschetta mediterrânea (R$ 16). Para o prato principal, bife ancho com arroz do chef (R$ 65) ou o robalo com risoto negro (R$ 77). Vale reservar lugar para a sobremesa: petit gateau de doce de leite argentino, servido com sorvete de creme e geléia de frutas vermelhas. Como a inaguração ocorreu recentemente, o local está disputadíssimo. Faça reserva com antecedência.

Brasília

Bruschetta Meditterânea

Para um jantar sofisticado:

Aquavit (ML 12 – conjunto 1, casa 5, Lago Norte, tel: 3369-2301). As pouquíssimas mesas com vista para o Lago Paranoá na própria casa do Chef dinamarquês Simon Lau dão o tom da exclusividade. Os menus-degustação são criativos, sofisticados, surpreendentes e mudam mensalmente.  O restaurante só aceita reservas com antecedência.

Para tomar um pisco e comer ceviche:

Taypa Sabores do Peru (QI 17, conjunto F, loja 208, Lago Sul, tel: 3248-0403). Os pratos são maravilhosos. Experimente o ceviche clássico e o pescado al azafrán, com molho de camarão e mandioca recheada com queijo gruyere. Não saia de lá sem tomar o tour de piscos (3 cocktails de piscos sugeridos pelo barman) ou o apple pisco.

Brasília

Apple pisco e ceviche misto

Para um jantar com vinho:

Expand (403 Sul, bloco D – loja 34, tel: 3226-6800). Como se trata de uma importadora de vinhos, os rótulos da carta são bem diversificados. A decoração é charmosa e os pratos do bistrô são tentadores.

Para comer uma deliciosa pasta:

Tratoria da Rosario (QI 17, conjunto F, lojas 215/216, Lago Sul, tel: 3248-1672). Para muitos é o melhor restaurante de Brasília. O ambiente é clássico e o destaque são as massas. O risoto de limão siciliano com camarões também é excelente.

Para um jantar com música ao vivo:

Genaro Jazz Café (114 Norte, bloco A – loja 60, tel: 3273-1525). Os drinks diferentes e os fingers burgers são maravilhosos. Recomendo experimentar o ziggurat, um drink com vodca, licor de melão, melancia e pimenta-malagueta. No subsolo há um minúsculo espaço onde há apresentações de jazz e MPB.

Brasília

Ziggurat

Para carnes argentinas:

Corrientes 348 (411 Sul, loja 36 – bloco D, 3345-1348). O ambiente é escurinho e a decoração é simples; mas a comida é excelente. De entrada, peça a empanada de queijo com alho poró. Para o principal, as sugestões são a salada juliana, o papatasso – um acompanhamento de batatas maravihoso – e a carne vacio, que equivale à fraldinha brasileira. Uma dica: não pule a sobremesa. O crepe de dulce de leche é dos deuses.  Se você tiver coragem de recusar o crepe de dulce de leche, experimente o de maçã com amêndoas. Também é muito bom!

Pobre Juan (Shopping Iguatemi, piso térreo, Lago Norte): O ambiente é sofisticado e as carnes argentinas deliciosas.

El Negro (413 Norte, bloco C – lojas 3/13, tel: 3041-8775). Recém inaugurado, o El Negro costuma ficar lotado. O ambiente é ótimo e as comidas também. Como em todo bom restaurante argentino, experimente as empanadas, o bife de chorizo e não dispense o dulce de leche de sobremesa.

Para comida japonesa:

Para um tradicional, o Nippon (403 Sul, bloco A – loja 28, tel: 3224-0430) é uma boa opção.

Se quiser fugir do tradicional, o Kojima (406 Sul, bloco C – loja 13, tel: 3443-0118) é a pedida. As paredes de veludo vermelho dão um ar contemporâneo ao ambiente. Os pratos seguem a mesma linha contemporânea, com combinações bem inovadoras. Peça ao Chef a sugestão do dia e você não irá se arrepender.

Para misturar comida japonesa com espetinhos e coxinhas, a dica é o Nipo (413 sul, bloco C, loja 36). Faz o gênero resto-bar. Ali é possível experimentar os petiscos do O Boteco aos pratos nipônicos do Kojima. O ambiente é ótimo e o melhor dia é na sexta, quando costuma ficar lotado.

Brasília

Para um ambiente sem frescura, Goemon (CLSW 105, bloco C – loja 2, Sudoeste, tel: 3233-8441). Para comer sushi olhando o Lago Paranoá, Soho (Pontão do Lago Sul, tel: 3364-3979).

Para comer bem e emendar um cineminha:

Tête à Tête Café (Casa Park, piso térreo, tel: 3233-6345). O restaurante fica no shopping de decoração Casa Park. A comida é deliciosa. Experimente a salada de folhas verdes com tomate, queijo brie e torradas, e o filé-mignon ao molho de vinho tinto com risoto de roquefort e pistache. Uma boa opção é emendar um cinema no Espaço Itaú que fica ali mesmo.

Para comer bem e emendar uma caminhada pelos campos de golf:

Oliver (Setor de Clubes Sul, Club de Golf, tel: 3323-5961). O ambiente rústico, com muita madeira e rodeado pelos campos verdes de golf, é uma graça. A comida é boa e muitas vezes há música ao vivo. Depois do almoço, se houver fôlego, caminhe até as margens do Lago Paranoá.

Para comer bem num ambiente sem frescura:

Quituart (QI 09/10, Comércio Local, Lago Norte). Quituart é o nome da associação formada principalmente por moradores do Lago Norte que vende artesanato e quitutes. Tudo ali tem um toque caseiro, a começar com o atendimento pelo próprio dono. As opções de culinária são bem variadas. Há restaurante nordestino, japonês, português, alemão, comida mineira… Recomendo, com louvor, o cordeiro do Araratuba e o bacalhau à lagareiro do restaurante português. Para a sobremesa, dizem que o apfelstrudel do restaurante Chucrute é maravilhoso. Contudo, acho difícil resistir ao quindim ou ao suspiro da Marilene. O importante é não ligar para o teto de zinco e as cadeiras de plástico da Quituart…

Brasília Brasília

Nossa Cozinha Bistrô (402 Norte, bloco C, loja 60, tel: 3326 5207 ). Os pratos são maravihosos, os preços atraentes e o atendimento ótimo. Comece tomando uma mimosa (espumante com suco de laranja) e termine com um cheesecake.

Entrecôte (304 Sul, bloco A – loja 10, tel: 3223-8003). Os preços são honestos e o atendimento é ótimo. Vale provar a linguiça de entrada, o galeto desossado e o filé entrecôte.

Gato Nero (QI 07, bloco B – loja 105, Lago Sul, tel: 3248-1609). Para comer massa com gostinho de caseira a preços também muito justos. Há também a opção de levar para comer em casa. A sugestão é o rondeli de damasco.

Para comer frutos do mar:

Coco Bambu (Setor de Clubes Sul, trecho 2, conjunto 36, tel: 3224-5585). Os pratos com camarão são o grande destaque. Chegue cedo porque vive lotado tanto no almoço como no jantar. A dica é sentar nas mesas da varanda, especialmente no fim da tarde, para apreciar a vista do Lago Paranoá.

Ilê (209 Sul, bloco C – loja 13, tel: 3443-8099). A especialidade da casa são as moquecas. A moqueca de camarão com leite de coco e creme de leite fresco servido no coco verde (R$ 39) é um espetáculo!

Para uma pizza:

Se for pizza de balcão, para comer em pé e sem a menor cerimônia, a Dom Bosco (306 Norte, Bloco C, loja 46 e 107 Sul, Bloco D, loja 20) é imbatível. Só há um único sabor: mussarela.

Para comer com mais cerimônia, procure a Fratello Uno (103 Sul, bloco A – loja 36, tel: 3321-3213), a Valentina (214 Norte, bloco A – lojas 9 e 11, tel: 3340-9898) e a Avenida Paulista (SCES Trecho 2, lote 41, tel: 3255-6000). Nesta última, dá para aproveitar a vista do Lago Paranoá e da Ponte JK.

Para um crepe:

Os tradicionais são o Crepe au chocolat (210 Sul, Bloco B, loja 24, tel: 3443-2050 e 109 Norte, Bloco C, loja 5, tel: 3340-7009) e C’Est Si Bon (408 Sul, bloco A, loja 5, tel: 3244-6353).

Para um mais descolado, a dica é o In the Garden (413 Norte, Bloco E, tel: 3033-3093). Experimente as deliciosas galletes, feitas com trigo sarraceno (sem glúten) e com recheios incríveis.

Para um café:

Daniel Briand (104 Norte, bloco A, loja 26, tel: 3326-1135). É uma confeitaria francesa bem tradicional. As quiches e as sobremesas são fantásticas.

Para um docinho:

Ateliê de Confeitaria (CCSW 5, bloco A – lojas 5 e 6, Sudoeste, tel: 3343-1244). A loja fica um pouco escondida, mas saiba que vale a pena procurá-la. Os doces e os sorvetes são incríveis. O grande destaque é a torta de frutas vermelhas. O difícil é decidir se com chocolate ou baba de moça. As duas são divinas! É de comer rezando…

Para um sanduíche a qualquer hora do dia ou da madrugada:

Respeitável Burger (402 Sul, bloco B – loja 25, tel: 3224-8852). Os sanduíches são enormes. Não deixe de pedir os deliciosos milkshakes para acompanhar.

 

* Registro meus agradecimentos às amigas Vanessa do Blog de Nós Dois, Graziela, Yane, Áurea e Soraya que contribuiram com a elaboração do roteiro.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.