Passeio do Encontro das Águas em Manaus

Um dos passeios mais interessantes em Manaus é o Encontro das Águas. Nem tanto pela possibilidade de ver as águas de tonalidades distintas do Rio Negro e Solimões, mas pelo prazer de seguir pelos igapós e igarapés, ver vitórias-régias e ouvir o som da floresta.

Logo no aeroporto de Manaus já há diversas agências de turismo oferecendo o serviço. O pacote básico é mais ou menos igual em todas as operadoras. As saídas são às 9h e o retorno às 16h. O passeio inclui almoço no restaurante flutuante e um passeio no Parque Ecológico de Janauary para conhecer os igapós e igarapés. O preço, em média, é de R$ 130 por pessoa. Veja mais detalhes aquiaqui.

Decidimos, contudo, seguir as dicas da Cris Tomasi, autora do blog Carpe Diem, e contratamos um passeio privativo. Qual a vantagem? O passeio é feito em lancha rápida. Com isso, economiza-se tempo. Enquanto o passeio oferecido pelas agências dura cerca de 7 horas, é possível fazer roteiro semelhante em lancha rápida e privada em 3 ou 4 horas. Além disso, o barqueiro fica a sua disposição, o que torna o passeio mais flexível e personalizado.

E as vantagens não param por aí. Como o preço cobrado é pelo barco, é possível conseguir um bom desconto dependendo do número de pessoas do grupo que irá fazer o passeio.

No nosso caso, éramos apenas o Fred e eu. O preço foi inicialmente de R$ 150. Porém, resolvemos depois estender a rota para ver as vitórias-régias e os igarapés, e o preço acabou subindo para R$ 300 (preços cobrados em 2010).

Nosso barqueiro foi o Anselmo (tel: 92 9159-3610). Gostamos demais! Ele foi bem simpático e passou muitas informações sobre o lugar.

Passeio Encontro das Águas

A saída é feita do Porto do Ceasa. A lancha era grande e estava em boas condições de uso.

Não demorou para chegarmos até o local em que as águas escuras do Rio Negro se encontram com as águas barrentas do Rio Solimões. As águas dos dois rios não se misturam e seguem isoladas lado a lado por alguns quilômetros. A diferença é bem nítida! O fenômeno é explicado pela diferença de temperatura, velocidade e densidade.

Passeio Encontro das Águas

A próxima parada foi na pescaria de pirarucu. O lugar é uma espécie de viveiro flutuante no próprio rio onde os turistas participam de uma pescaria ecológica. É preciso ter força para conseguir tirar o pirarucu da água. O peixe é um dos maiores dos rios brasileiros. Tem, em média, mais de um metro e pesa cerca de 80kg. Isso sem falar naquelas histórias de pescador que contam ter pirarucu de 300kg… As iscas da pescaria são pagas e custam R$ 5.

Passeio Encontro das Águas Passeio Encontro das Águas

Voltamos ao barco e seguimos pelo leito do rio observando as comunidades ribeirinhas que vivem em casas flutuantes. O barqueiro, que também vive em uma casa flutuante, fez questão de contar detalhes da vida em meio à água. Contou com orgulho que tinha energia elétrica, chegada a menos de um ano, e brincou que não precisava se preocupar com vizinhos chatos.

Passeio Encontro das ÁguasPasseio Encontro das Águas Passeio Encontro das Águas

Comentei que gostaria de conhecer uma casa flutuante e logo depois paramos em uma delas. Eram apenas dois quartos, uma cozinha, 4 crianças e 2 adultos. O banheiro fica na parte externa da casa.

Amazônia Passeio Encontro das Águas

As crianças trouxeram um bicho preguiça, uma cobra e um jacaré para segurarmos.

Passeio Encontro das Águas

De lá, paramos no restaurante flutuante. Ainda estava cedo e o local estava deserto.

Passeio Encontro das Águas

Depois de olhar um pouco do artesanato em uma feira flutuante ali perto retomamos o curso.

Passeio Encontro das Águas Passeio Encontro das Águas

O auge do passeio foi entrar em meio a mata, longe da civilização e ouvir somente o canto dos pássaros. Enfim, ouvir o som da floresta.

Passeio Encontro das Águas

Passeio Encontro das Águas

Avistar a vitória-régia é um dos destaque. As grandes folhas em forma de círculos formam corredores verdes. A flor é branca e se abre apenas à noite. No ínicio da manhã tem um tom mais rosado.

Passeio Encontro das Águas

Reza a lenda da vitória-régia que uma jovem indígena queria conhecer a deusa lua. Contudo, a lua levava as jovens índias e transformava-as em estrelas. A índia, mesmo sem se importar com possível destino, desejava conhecer a lua. Certo dia viu o reflexo da lua no rio e afogou-se tentando tocá-la. A deusa Lua, em homenagem à menina, criou a vitória-régia, que quando se abre parece uma estrela, a estrela das águas.

Passeio Encontro das Águas

Outro destaque é a samaúma, uma árvore enorme que pode atingir vários metros de altura. Em razão de seu grande porte, a árvore é considerada a “rainha da floresta” ou “a árvore das árvores”.

Passeio Encontro das Águas

O tamanho é realmente impressionante e a beleza ímpar. Mesmo com o rio cheio e escondendo as raízes e boa parte do tronco, a samaúma continua soberana e única. Um arranha-céu na floresta.

Como li em um texto na internet sobre a samaúma, “ali algo vibra, algo sucede, algo inspira, algo te movimenta, te fortalece, te emociona, te agrada, te mostra uma luz…”

Passeio Encontro das Águas

Informações: O contato do barqueiro é pelo telefones (92) 9159-3610. No Porto da Ceasa existem vários outros barqueiros que oferecem serviços semelhantes. Negocie o valor, pechinche sempre. As regras de segurança são as mesmas de qualquer passeio lacustre: verifique as condições do barco, veja a capacidade de passageiros e certifique-se da existência de coletes salva-vidas.

Veja mais fotos do passeio no álbum do Nós no Mundo no Flickr. Assista também o nosso vídeo da Amazônia.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.