Focagem de jacaré na Amazônia

Eram 7h da noite. Já estava bem escuro quando caminhávamos em direção ao rio para sair em busca dos jacarés.

Quando vi o tamanho do barco, pensei em desistir. Imaginei um barco alto, grande, robusto. Ao contrário, era pequeno e não tinha capacidade para mais de 8 pessoas. Tratava-se, na verdade, de uma canoa motorizada.

Pensei em perguntar ao guia sobre a possibilidade do jacaré derrubar o barco – sim! era isso que se passava na minha cabeça. Contudo, achei melhor ficar na ignorância e não saber a resposta…

Tomei coragem e fui!

O passeio tinha como objetivo a focagem de jacarés. O guia leva uma laterna bem possante e ilumina as margens do rio até avistar os olhinhos dos jacarés que brilham no escuro.

Quando o barco deixou o pier, fiquei imóvel. Paralisada dentro da canoa. Era um breu total. Mal dava para avistar a silhueta da mata ciliar.

Focagem de jacaré

A visão do barco a minha frente

O medo foi cedendo à medida em que me acostumava com a escuridão.

Depois de percorrido um trecho rio adentro, o guia avista, mesmo de longe, alguns pássaros e cobras nas árvore. E então direciona a laterna em direção aos animais para que os olhos menos experientes conseguissem ver.

Focagem de jacaré

Pouco tempo depois, vimos o primeiro jacaré. Para minha surpresa, não era gigante nem assustador como eu pensava.

Focagem de jacaré

Logo depois vimos outros tantos. Todos pequenos. Mesmos sendo ágeis e ferozes, não pareciam perigosos como aqueles que vemos nos filmes…

Focagem de jacaré

Em alguns passeios, o barqueiro mergulha na água e captura um dos jacarés para que os turistas possam acariciá-lo, devolvendo-o depois ao rio. Ali não. Para a felicidade do jacaré (e minha, que ainda permanecia receosa), ele não é incomodado pelos turistas.

Vários pássaros e jacarés depois, começamos a fazer o trajeto de volta. Já tranquila e feliz por ter tudo corrido bem, passei a observar o que antes tinha passado desapercebido. Vi o reflexo da lua nas águas e ouvi o som da floresta. Foi impressionante. Fiquei encantada!

Mal percebi e já estávamos em terra firme. O passeio foi maravilhoso e muito menos assustador do que pode parecer.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Comentários

  1. Malu Vieira
    17 fevereiro 2012

    Estou planejando uma viagem para a Amazonia e esse blog tem ajudado MUITO! Amei este post, morri de rir! Parabens!

    Responder

  2. 19 fevereiro 2012

    Olá Malu!
    Fico feliz que vc tenha gostado!!
    Obrigada pelos elogios!!
    Bjs, Anna

    Responder

  3. 22 maio 2012

    Que medo deste jacaré!! Tenho pavor de cobra! eu também irei fazer este passeio noturno… só quero ver! rs

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    22 maio, 2012

    Oi Luciana!!
    Se eu consegui ir, vc tb conseguirá!! rsrsrs
    Bjs, Anna

    Responder

  4. Maria Laura
    27 janeiro 2016

    Oi! Achei bem sustentável esse passeio, já que o turista não toca nos jacarés! Você sabe me dizer o nome da agência?

    Responder

  5. Maria Laura
    27 janeiro 2016

    Oi! Achei bem sustentável esse passeio, pois os turistas não colocam a mão nos jacarés! Qual é o nome da agência?

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    15 fev, 2016

    Olá Maria Laura!
    O passeio foi organizado pelo próprio hotel onde estavamos hospedados.
    Bjs, Anna

    Responder

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.