Curiosidades de Bali

Nossa viagem a Bali foi divertida e também nos levou a conhecer um pouco daquela maravilhosa cultura. Aqui vão algumas curiosidades:

Religião

Apesar da Indonésia ser um país predominante islâmico, em Bali a grande maioria da população é de religião hindu, com influência budista. Eles acreditam em um espírito cósmico supremo e adoram uma quantidade enorme de deuses.

Diariamente, todos os balineses preparam oferendas em agradecimento aos seus deuses. As oferendas, chamadas de canang sari, são feitas com flores nativas e folhas de bananeira. Muitas vezes contêm doces, dinheiro e cigarros.

Oferendas - Canang Sari

Essas oferendas ficam por todos os lados e não são poucas. Nos templos, nas calçadas em frente às lojas (cuidado ao andar!) e até no painel dos carros é possível ver as enfeitadas cestinhas cuidadosamente feitas diariamente.

Templo no Mercado de Ubud

Templo no Mercado de UbudBaliBali Bali

Basta uma caminhada nas feiras para ver diversas mulheres preparando as oferendas.

Bali Mercado de Ubud

Com tantas oferendas e templos, não é de se estranhar que Bali seja conhecida como a Ilha dos Deuses ou Ilha dos Mil Templos.

Aliás, são tantos os templos que até arriscaria dizer que existem mais templos do que casas. Nós até entramos uma vez em uma casa em Ubud pensando que era um templo…

Há inúmeros templos grandes e famosos como Pura Tanah LotPura Uluwatu, Pura Ulun Danu, Elephant Cave e Gunung Kawi. O comum, entretanto, são os templos menores e mais simples. Toda casa, todo hotel, e toda construção maior tem o seu. Nos arrozais também há templos para proteger as plantações.

Templo em Bali

Templo em Ubud

Em sinal de respeito aos deuses, homens e mulheres devem ingressar nos templos usando sarong, uma roupa típica que se parece uma saia. Até as estátuas utilizam sarongs

Bali

Alguns templos, como Pura Uluwatu, alugam sarongs para os visitantes.

A vida após a morte

Os balineses acreditam em vida após a morte. A cremação é o caminho para a libertação do espírito e a chegada da nova vida.

Ao contrário do que se poderia imaginar, a cerimônia de cremação (Ngabem) é um evento festivo e alegre, que reune várias pessoas, sempre com muita música e oferendas.

Como é uma cerimônia cara para a maioria dos balineses, são comuns as cremações coletivas. Os eventos acontecem em dias específicos. Em Ubud, no Centro de Informações ao Turista, em frente ao Palácio Real, há um quadro de aviso com as datas das cerimônias de cremação. Acredito que seja bem interessante. Uma pena que a cerimônia somente aconteceu no dia seguinte ao que deixamos Bali.

Outra curiosidade: em Bali há a crença de que os recém nascidos são a reencarnação de seus antepassados ou de outros balineses. Por isso, não é raro que os bebês passem a receber visitas de família anterior do morto, uma vez identificada a pessoa na qual seu espírito reencarnou.

As Casas Balinesas

As típicas casas balinesas, chamadas em inglês de compounds, são uma espécie de vila familiar, onde vivem todos os integrantes da mesma família.

Típica casa balinesa

A área é dividida em pavilhões, como o quarto do chefe da família, o quartos dos demais integrantes, a área de reuniões familiares, cozinha e a área para armazenar arroz.

Típica casa balinesaTípica casa balinesa Típica casa balinesa

O curioso é que a construção da casa observa a geografia da ilha. Acredita-se que os deuses vivam no alto do vulcão sagrado Mount Agung, o mais alto da ilha, e, por isso, o templo familiar deve ficar posicionado na direção do vulcão.

Visitar uma casa típica balinesa é uma ótima forma para entender um pouco da cultura local. Quando fizemos o curso de culinária Paon Bali, tivemos a oportunidade de conhecer uma residência típica, já que o curso é dado na residência do simpático casal Puspa e Wayan. Além de ensinar pratos a culinária local, eles explicam a estrutura dos compounds, contam um pouco da cultura balinesa e da importância do arroz. Super recomendo!

Os nomes

Não estranhe se encontrar várias pessoas com o mesmo nome em Bali.

Há uma tradição em dar nomes aos filhos de acordo com a ordem de nascimento. Assim, o primeiro filho se chama Wayan, Putu ou Gede. Já o segundo filho se chama Made ou Kadek. O terceiro filho recebe o nome de Nyoman ou Komang. O quarto, Ketuk.

Se for mulher, basta acrescentar Ni na frente do nome, como, por exemplo, Ni Wayan.

Se forem mais de quatro filhos? Repete-se a sequência inicial. Fácil, não?

A importância do arroz

Em Bali, o arroz é muito mais do que um simples grão. O plantio, o cultivo e a colheita do arroz integra a religião e a cultura. As festas religiosas, inclusive, acompanham o calendário das plantações.

Arrozais em Ubud

Arrozal em Ubud

Em qualquer das refeições – café da manhã, almoço ou jantar – o arroz é essencial.

Aprenda as palavras básicas

Em Bali, o idioma oficial é o indonésio. Contudo, fala-se também o idioma balinês, que é um tanto mais complexo, pois há variação das palavras de acordo com a casta da pessoa com quem se fala (a sociedade balinesa é divida em 4 castas).

O inglês é o idioma mais usado entre os turistas. É interessante, contudo, decorar pelo menos algumas palavras em balinês ou indonésio, por uma questão de gentileza (ou segurança).

Em indonésio:

Terima kasih = obrigado

Hati-Hati = cuidado. Vimos várias placas com esse escrito nas rodovias em Bali.

Em balinês:

Suksma = obrigado

Rahajeng semeng = bom dia

Não faça!

Não entre em uma casa ou templo de sapato. É falta de educação.

Não entre em um templo sem o adequado uso do sarong. É desrespeito.

Nunca toque na cabeça de um balinês. A cabeça é considerada a parte mais sagrada do corpo humano e o ato de tocar na cabeça de outra pessoa é tido como um insulto.

Obviamente, tente não pisar nas oferendas dispostas por todos os cantos nas ruas.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Comentários

  1. 6 janeiro 2012

    AI, QUE SAUDADES! Só tenho isso à dizer! Amei o post e as fotos, despertou o que estava adormecido! 😉
    Bjs
    @viagempimpolhos

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 jan, 2012

    Oi Sut-Mie!!
    Nem me fale… também morro de saudades!!
    Obrigada pelos elogios!!!
    Bjs, Anna

    Responder

  2. fabiompalves
    6 janeiro 2012

    Legal essas curiosidades! Para alguem q esta em viagem pela Asia e daqui a pouco vai para Bali isso facilita o entendimento das coisas q vou ver por la!
    Quanto tempo passaram em Bali? E o q nao posso perder quando for para la?
    Obrigado!!!

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    6 jan, 2012

    Oi Fábio!
    Ficamos 9 dias em Bali, sendo 4 em Seminyak e 5 em Ubud.
    Coisas imperdíveis? São tantas… Eu diria fazer curso de culinária, escalar o vulcão Mount Batur, mergulhar, surfar, visitar os arrozais, conversar com as pessoas na rua, experimentar as comidas típicas, apreciar o pôr do sol…
    Bali é inesquecível e apaixonante!!
    Dê uma olhadinha nestes dois posts que escrevi: 10 motivos para se apaixonar por Bali – http://www.nosnomundo.com.br/2011/11/10-motivos-p… e Por que Bali? – http://www.nosnomundo.com.br/2011/10/por-que-bali
    Bjs, Anna

    Responder

  3. 7 janeiro 2012

    Anna, Li todos os posts sobre Bali, mas nao deixei nenhum recadinho, tenho que expressar o tamanho do meu encantamento por este país. E isto graças a você!

    Hoje conversando com o meu marido, disse: podem me chamar de doida, mas quero conhecer a Asia antes da Europa 🙂 Ops, e ainda tem a Africa tb antes da Europa, acho que sou as avessas mesmo..rsrsrs

    Através dos seus textos cheguei aos relatos tri-legais da Carina e dos demais 🙂

    Parabéns por cada post deste país belíssimo 🙂

    Bjs

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    7 jan, 2012

    Oi Érika!!
    Que bom ver vc por aqui!!
    Gosto muito da Europa, mas a Ásia tem um aspecto misterioso, intigrante e uma cultura tão diferente da nossa que desperta a curiosidade e faz do lugar um destino super atraente.
    Recomendo! E quero voltar muitas outras vezes!!
    Obrigada pelos elogios!!
    Bjs, Anna

    Responder

  4. 9 janeiro 2012

    Oi, pessoal!

    Aqui é a Bóia outra vez 🙂

    Tudo bem com vocês?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhadinha no http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia Paulista

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    9 jan, 2012

    Oi!!!
    Pode aparecer por aqui sempre!! Estamos adorando as suas visitas! 😉
    Bjs, Anna

    Responder

  5. Danielle
    9 janeiro 2012

    Oi Anna,

    qual a melhor época para ir a Bali?
    Bjs,
    Danielle

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    9 jan, 2012

    Olá Danielle!
    Talvez o melhor período para visitar Bali seja de abril a outubro, período em que chove menos.
    Viajamos no mês outubro e adoramos. Além de ser baixa temporada, pegamos pouquíssima chuva. Aliás, tava mais para chuvisco do que realmente chuva…
    Bjs, Anna

    Responder

  6. Vivian
    19 abril 2012

    Eu estou aqui em Bali de férias com meu esposo. Acho também legal colocar os fatos ruins..como por exemplo as mulheres que ficam oferecendo massagem e ao mesmo tempo elas se oferecem sexualmente também… Foi bem desagradável…. mas também tem seu lado bom, a cultura e algumas pessoas são bem acolhedoras …a comida então Yumiii o melhor que já provei até agora foi o gado-gado….

    Responder

    Anna Bárbara Respondeu:
    19 abr, 2012

    Olá Vivian!
    Sabe que eu não vi nenhuma mulher fazendo esse tipo de proposta indecente. Realmente deve ter sido constrangedor.
    Uma coisa que me incomodo em Ubud foram os diversos taxistas te gritando a todo instante oferecendo serviço de transporte. Fora isso, só elogios!!!
    Depois quero saber as dicas e as suas experiências!! Volte aqui para contar!!
    Aproveite muiiito!!
    Bjs, Anna

    Responder

  7. PEDRO VANOLIN MARQUES DE MACEDO
    11 fevereiro 2017

    Estou em Bali com minha esposa é um filho com sua namorada. Adorei o post. Está correto é muito esclarecedor. Com ele entendi melhor o que estou vendo aqui. Obrigado.

    Responder

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.