Museu Tate Modern

É difícil para nós brasileiros acreditar que Londres tenha mais de 250 museus. E mais ainda: que a maioria não cobra entrada (salvo para as exposições especiais).

Existem museus para atender aos mais diferentes gostos. Só para destacar alguns, tem o Tate Modern, Tate Britain, National Gallery, Museu Britâncio, Museu de História Natural,  Science Museum, Imperial War Museum, Museum of London, Museu do Sherlock Holmes, Museu do Rugby, Freud Museum, Cartoon Museum, Design Museum, Museu dos Brinquedos, British Music Experience etc.

Escolhemos, entre tantos, o Tate Modern e o Imperial War Museum, ambos em South Bank.

O Tate Modern integra o grupo Tate, juntamente com o Tate Britain (também em Londres), o Tate Liverpool (Liverpool) e o Tate St Ives (Cornwall), e fica às margens do rio Tâmisa, em frente à St. Paul´s Cathedral.

Tate Modern

Foto: Arquivo pessoal

O local que alberga o museu funcionava inicialmente como uma usina elétrica (Bankside Power Station), fechada em 1982. Com a inaguração do Tate Modern em 2002, teve início a revitalização do bairro, atraindo mais turistas, novos moradores e empresários.

O Tate Modern é um museu de arte moderna e seu acervo é formado por obras de 1900 até os dias atuais. A coleção permante é exposta em três andares (3º, 4º e 5º) e cada ala tem como foco um dos momentos importantes da história da arte do século XX: surrealismo, minimalismo, a abstração do pós-guerra na Europa e os EUA, e os três movimentos interligados: cubismo, futurismo e vorticismo.

Tate Modern Tate Modern

Fotos: Arquivo pessoal

Fizemos uma visita guiada super interessante na mostra “Poetry and Dream” (Poesia e sonho), com direito a muita explicações sobre obras de Picasso, Miró e Salvador Dali.

The Three Dancers Nude Woman in a Red ArmchairMetamorphosis of Narcissus Painting

Fotos: Arquivo pessoal

As visitas guiadas são diárias e gratuitas (com exceção das visitas guiadas privadas, ao custo de £100) e tem duração de cerca de 45 minutos. Não é necessário agendar horário, bastar chegar ao ponto de encontro no horário combinado. Mostra Poetry and Dream, 3º andar, às 11am. Mostra Material Gestures, 3º andar, meio-dia. Mostra State of Flux, 5º andar, às 2pm. Mostra Energy and processo, 5º andar, às 3pm.

Ao terminar a visita, não deixe de subir ao último andar onde funciona o Tate Modern Restaurant. Nem tanto pela comida (que não experimentamos), mas pela maravilhosa vista da cidade e da enorme cúpula da St. Paul´s Cathedral. Quem tiver filhos, sugiro dar uma olhada no cardápio. Lá e no Café 2 (cafeteria do museu), crianças não pagam quando acompanhadas por adulto que peça um prato principal.

Tate ModernTate Modern

Fotos: Arquivo pessoal

Se ainda tiver um tempinho, vale a pena conferir a lojinha do museu. Apesar de não ter o tamanho ou a variedade da loja do MOMA em NY, vende algumas gravuras bem interessantes. Comprei a clássica gravura da Marilyn Monroe pink do Andy Warhol (£ 5).

Outra dica: caminhe pela Millenum Bridge, ponte em frente ao museu. Dali é possível tirar lindas fotos, especialmente se fizer um raro dia de sol… Bem perto da ponte é possível pegar um barco até o museu Tate Britain (partidas a cada 40 minutos, ao preço de £ 5).

Tate Modern St Paul´s Cathedral

Fotos: Arquivo pessoal

Se já estiver cansado de museus, visite a Sant Paul´s Cathedral e depois siga caminhando (cerca de 10 minutos) até a Tower Bridge e a Tower of London.  Caminhamos pela margem sul do rio e encontramos diversos restaurantes e pubs. Optamos por sentar no pub The Anchor ( 34 Park Street), onde comemos o tradicional fish & chips. O lugar é grande, a comida estava boa, mas achei o preço um pouco salgado comparado aos outros que fomos depois (pedimos 2 cervejas belgas, uma Leffe e outra Hoegaarden, £ 8,65 – cerca de R$ 25, e um fish & chips tamanho regular £ 8,45).

The AnchorThe Anchor The Anchor

Fotos: Arquivo pessoal

Endereço: Tate Modern, Bankside, London SE1 9TG (metrô Southwark, linha Jubilee; Mansion House, linha District and Circle; St Pauls).

Horário de funcionamento: Domingos a quinta de 10am a 6pm, última entrada para exposições especiais 5:15pm. Sextas e sábados de 10am a 10 pm, última entrada 9:15pm. Aberto nos feriados, exceto 24,25 e 26 de dezembro.

A entrada para visitar a coleção permanente é gratuita. Para exposições especiais, o preço varia conforme a mostra.

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.