Hotel Zum Weissen Kreuz

Mesmo fazendo uma vasta pesquisa pré viagem, algumas roubadas são inevitáveis e acabaram virando as melhores histórias de viagem.

Em Lucerna, pretendíamos ficar no Hotel Waldstätterhof, com boa cotação no TripAdvisor e bem recomendado pelos meus pais, que lá se hospedaram no início do ano. Contudo, era final de semana e todos os hotéis já estavam praticamente lotados. Eram poucos os que ainda tinham vaga.

Conseguimos fazer a reserva no Hotel Zum Weissen Kreuz. As fotos do site do hotel eram lindíssimas, como sempre. E as poucas fotos do TripAdvisor também eram boas e os comentários bem satisfatórios, com razoável índice de aprovação dos hóspedes que ali estiveram. Mas o que me levou a escolher o hotel foi a excelente localização: bem em frente ao rio Reuss e a Chapel Bridge, e a menos de cerca de cinco minutos andando da estação de trem. Para chegar ao hotel, basta atravessar a Seebrücke, ponte em frente à estação, virar a esquerda e caminhar às margens do rio até o restaurante Rathaus Brauere.

A entrada do hotel é bem escondida e fica em uma ruela entre dois prédios. Exatamente entre os restaurante Rathaus Brauere e Mostrose.

Lucerna

Foto: Arquivo pessoal. Ruela onde fica a entrada do hotel.

Hotel Zum Weissen Kreuz

Hotel Zum Weissen KreuzFotos: Arquivo pessoal.  Ruela do hotel e Chapel Bridge ao fundo.

Chegamos  para fazer o check in um pouco cedo e a recepcionista nos informou que o quarto ainda não estava pronto.

Hotel Zum Weissen Kreuz

Foto: Arquivo pessoal. Recepção do hotel.

Caminhamos um pouco pela cidade e quando retornamos o quarto já estava disponível. A recepcionista fez questão de frisar que o quarto poderia estar um pouco quente, porque as janelas estavam fechadas, mas que deveríamos deixá-las abertas, para refrescar. Foi quando descobrimos que o quarto não tinha ar condicionado.

Detalhe: viajamos no mês de agosto, auge do verão e o sol estava de lascar.

Até aí, para mim, não tinha grandes problemas. Afinal de contas, ao contrário do Fred, não costumo sentir muito calor e, à noite, poderíamos dormir com a janela aberta, sentindo a brisa….

Chegamos ao quarto, no primeiro andar, e percebemos que era um pouco menor do que esperávamos. E também um pouco mais simples…. Nada de decoração! Só uma parede laranja e uma cortina com detalhes laranja, igual ao tecido que fazia as vezes de cabeceira da cama.

Hotel Zum Weissen Kreuz

Hotel Zum Weissen Kreuz

Hotel Zum Weissen KreuzFotos: Arquivo pessoal

O banheiro estava bem arrumadinho, mas era minúsculo.

Hotel Zum Weissen Kreuz Hotel Zum Weissen Kreuz

Fotos: Arquivo pessoal

Apesar disso, a ótima localização ainda falava mais alto. E, por mim, estava tudo certo, pois ainda não tínhamos percebido o pior…

Quando chegamos à noite, vimos que o nosso quarto ficava bem em cima do restaurante do hotel, uma pizzaria, com mesas na parte interna e na calçada. O barulho das pessoas conversando atrapalhava. Mas o triste foi descobrir que o forno da pizzaria ficava bem embaixo do nosso quarto, COM A CHAMINÉ PASSANDO POR AQUELA PAREDE LARANJA! Era só tocar na parede para sentir o calor. Resumindo, o quarto praticamente fazia parte do forno e estávamos sendo assados!

A única janela do quarto era insuficiente para fazer a ventilação. E o ventilador do quarto também não dava conta do serviço. Ainda pela manhã a parede continuava pelando…

Nunca passei um calor tão grande num hotel! Ficamos encharcados de tanto suor e não era possível trocar de quarto, já que o hotel estava com ocupação máxima.

A situação estava insuportável!

A solução foi improvisar. Deixamos a porta do quarto aberta para conseguir criar uma mínima circulação de ar… Só de sair do quarto já sentíamos que a temperatura diminuía pelo menos uns 2º C. Felizmente ficamos lá só uma noite….

Não sei como são os outros quartos do hotel. Mas na hora de fazer a reserva é imprescindível perguntar a localização do forno da pizzaria.

Pena que não me lembro o número do quarto em que ficamos, mas ele deve ser um boa opção no inverno. Bem quentinho!

Endereço: Furrengasse 19, Lucerne 6003, Suíça.

Diária: CHF 224 (equivalente a cerca de R$ 390).

www.altstadthotelluzern.ch

Siga o Nós no Mundo no Twitter: @nosnomundo

Siga o Nós no Mundo no Periscope - @nosnomundo.

No Instagram: @nosnomundo

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/nosnomundo

Planeje sua viagem com a gente

Reserve seu hotel utilizando o Booking.com. Menor preço garantido! Se encontrar tarifa mais barata, eles reembolsam a diferença.

Alugue seu veículo com a RentalCars, a maior empresa on-line de aluguel de carros do mundo, e tenha o menor preço garantido!

Reserve uma casa pelo Airbnb e ganhe desconto no primeiro aluguel.

Compre moeda estrangeira com a Cotação. É seguro e você ganha descontos exclusivos!

* Reservando com os nossos parceiros através do Nós no Mundo, nós recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e, de quebra, ainda ajuda o Nós no Mundo a estar sempre atualizado.

Sobre Anna Bárbara

É louca por viagens! Nem acaba de chegar de uma viagem e já está pensando nas próximas (no plural, é claro!). Tem o passaporte carimbado em mais de 20 países e é apaixonada pela Ásia, ou melhor, por todos os destinos exóticos. Qual a melhor viagem? "Não há dúvida", diz ela, "a melhor viagem é sempre a próxima".

Deixe seu comentário:





* Campos de preenchimento obrigatório

** Ao enviar o seu comentário, você estará automaticamente concordando com a nossa Política de Comentários.