Se você planeja visitar a Holanda nos próximos meses, anote aí: o Parque Keukenhof, um dos jardins mais lindos do mundo, está de portas abertas até o dia 17 de maio de 2015. E a visita é imperdível!

Keukenhof

Localizado a poucos quilômetros de Amsterdam, o parque é considerado o maior jardim de tulipas do mundo. São mais de 7 milhões de bulbos de tulipas distribuídos em uma área de 32 hectares.

Como já disse no outro post (Keukenhof: o maior jardim de tulipas do mundo fica na Holanda! – parte I), tudo é tão impressionante que o lugar poderia ser chamado de “Disney dos jardins”. As cores, os lagos, os jardins que formam desenhos e figuras geométricas… é simplesmente espetacular!! Não é a toa que é uma das atrações mais visitadas do país.

Keukenhof

Keukenhof

Keukenhof

O detalhe é que o parque não pode ser visitado em qualquer época do ano. O funcionamento é limitado às 8 ou 9 semanas da primavera, período em que as tulipas florescem. Neste ano de 2015, o Keukenhof abriu suas portas no último dia 20 de março e segue em funcionamento até 17 de maio.

Veja a seguir as nossa dicas práticas para aproveitar ao máximo o passeio:

Tickets

O acesso ao parque é pago e o ticket custa € 16 por pessoa. Crianças até 3 anos de idade não pagam. Crianças de 4 a 11 anos pagam € 8.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do parque ou on line, no site oficial https://ticketing.wheretocard.nl/keukenhof/ctrl/orderentry?language=en

No caso de compra on line, os etickets podem ser impressos em casa, com a grande vantagem de não ter data específica de utilização. Assim, você pode escolher um belo dia de sol para ir conhecer os campos de tulipas.

KeukenhofKeukenhof

Caso pretenda utilizar transporte público para chegar até o parque, recomendamos que compre o combi ticket. É um ticket combo que inclui o transporte (ônibus e/ou trem) de ida e volta, além do ingresso do parque, por um preço geralmente mais em conta. O combi ticket com ônibus saindo de Amsterdam, além do ingresso do parque, sai por € 28,50. Veja mais detalhes aqui.

 

Como chegar

A melhor forma de chegar no Keukenhoff é usando transporte público. É fácil, econômico e confortável.

Se você estiver hospedado no centro de Amsterdam, pegue o ônibus 197 até o aeroporto Schipol.

Keukenhoff

É fácil identificar as paradas de ônibus, pois todas são sinalizadas. Verifique as paradas do ônibus e a frequência com que ele passa no site http://www.bus197.nl.

KeukenhoffKeukenhoff

Pegamos o ônibus na Museumplein. O ônibus é confortável e não demorou nem 5 minutos para passar. Chegamos no aeroporto em pouco menos de 30 minutos.

Keukenhoff

Caso não opte pelo combi ticket, a tarifa do ônibus é de € 4,50 (só ida) e o pagamento é feito diretamente ao motorista.

Chegando no aeroporto, procure a Schipol Plaza, que fica em frente ao desembarque número 4. Depois é só pegar o ônibus Keukenhof Express (linha 858), que para em frente à Schipol Plaza.

KeukenhoffKeukenhoffKeukenhoff

Keukenhof Express segue direto até o parque, sem paradas. E te deixa bem na porta de entrada. O trajeto dura cerca de 35 minutos. Não tem erro. Aliás, tem até um vídeo no site oficial do parque que mostra exatamente como fazer para chegar lá usando o transporte público. Veja aqui.

 

O que visitar no Keukenhoff

O parque é enorme e as atrações são mesmo os incontáveis jardins de tulipas.

A dica é simples: perca-se pelo parque! E tire muitas (muitas!) fotografias!

Keukenhoff

Todos os anos o parque adota um tema de inspiração para a criação dos jardins. E agora em 2015 a inspiração é o pintor Van Gogh, em comemoração aos 125 anos de sua morte. Quem passear pelo parque poderá ver moisacos de flores formando o rosto do pintor, além de algumas de suas obras.

Durante o passeio pelo parque, não deixe de visitar a área de moinho nem as cerejeiras perto do pavilhão Orange Nassau. É lindo!

KeukenhofKeukenhofKeukenhof

As visitas aos pavilhões também são interessantes. Cada um deles apresenta uma proposta diferente, como arranjos de flores, orquídeas, bromélias e até algumas exposições…

Keukenhof

Há também alguns programas diferentes como fazer um passeio de barco ou sobrevoar as tulipas em um pequeno avião. Veja os detalhes aqui.

Escolhemos o passeio de barco, chamado de whisper boat. A ideia de cruzar os campos de tulipas de barco é legal, mas confesso que esperava mais. Como o barco vai e volta pelo mesmo trajeto, fica um pouco entendiante. Para fazer o passeio de barco é necessário desembolsar mais € 8, por pessoa.

KeukenhofKeukenhofKeukenhof

Para crianças

O parque é kids friendly. Há parquinhos, labirintos e fazendinha com animais para a diversão da criançada.

KeukenhofKeukenhof

 

Onde comer

Há diversas opções de restaurantes e lanchonetes espalhadas pelo parque. Cada pavilhão, inclusive, tem um restaurante diferenciado. O cardápio vai desde sanduíches rápidos a almoços servidos no sistem self service.

Keukenhof

Para quem gosta de doces, recomendo provar as poffertjes, uma mini panqueca tradicional na Holanda, feita na hora, com manteiga e açucar de confeiteiro. São vendidas em um quiosque perto da fazendinha.

Keukenhof

Informações úteis

O parque funciona de 8h às 19h30, sendo que bilheteria fecha um pouco antes, às 18h.

Como o parque só funciona algumas semanas por ano, a quantidade de visitantes é grande. A dica é chegar cedo para evitar a muvuca, principalmente na bilheteria. Se possível, compre os ingressos pela internet. Assim, você não perde tempo em filas.

Leve consigo o menor número de coisas. O parque é grande e carregar uma bolsa/mochila grande não é um bom negócio. Se não tiver outro jeito, deixe um pouco da bagagem em um dos armários (lockers) gratuitos, que ficam próximos da entrada.

Logo na entrada, não esqueça de pegar um dos mapas gratuitos do parque. O lugar é enorme e um mapa é imprescindível.

O parque é bem acessível a cadeirantes e portadores de necessidades especiais. Inclusive, o parque disponibiliza cadeiras de rodas e scotters. Basta agendar com antecedência pelo email [email protected] 

Também são disponibilizados alguns carrinhos de bebê gratuitamente. Basta verificar a disponibilidade na bilheteria.

Para quem é viciado nas redes sociais, uma ótima notícia: há rede Wi-Fi gratuita em todo o parque.

 

Mais dicas…

- Para quem curte pedalar

Os amantes de bike, sem dúvida, irão adorar pedalar em meio aos campos de tulipas. No Parque Keukenhof, especificamente, não é possível o tráfego de bicicletas. Contudo, nos vários campos de tulipas que ficam nas proximidades do parque é possível sim fazer um passeio de bike.

Keukenhof

Há, inclusive, rotas programadas chamadas de Bulb Route, cujos trajetos podem ser impressos no site http://www.holland-cycling.com/where-to-go/day-trips/106-keukenhof-cycle-route.

 

- Depois das tulipas, vá a Delft

Se sobrar pique depois de tanto caminhar por jardins, aproveite para fazer um bate-e-volta a Delft, uma cidadezinha encantadora que fica a pouco mais de 40km do Parque Keukenhof.

DelftDelftDelft Delft é famosa pelos seus canais, pelas porcelanas azul e branca e pelas belas igrejas antigas. Para os cinéfilos de plantão, a cidade foi o cenário do filme Moça com Brinco de Pérola, protagonizado pela atriz Scarlett Johanson.

Para chegar até lá, pegue o ônibus linha 854 na entrada do Keukenhof e vá até a estação Centraal da cidade de Leiden. Depois pegue o trem em direção à cidade de Vlissingen e desça na estação de Delft. É bem fácil. Se tiver qualquer dúvida, é só perguntar no balcão de informação do parque. Os funcionários são bem solícitos. Até imprimiram para nós um mapa indicando os detalhes para chegarmos em Delft…

..

Há alguns anos divulgaram um cálculo de quanto tempo uma pessoa levaria para conhecer todo o acervo do Louvre. E o resultado, pasmem: se você ficasse 30 segundos em frente a cada obra, gastaria mais de 2 meses dentro do museu, ininterruptamente!

Musée du Louvre

Pensando em toda essa quantidade de informação, a Patrícia Camargo, historiadora e autora do blog Turomaquia, escreveu um guia sensacional chamado “O essencial do Museu do Louvre”. 

Musée du Louvre

O pequeno guia foi escrito de acordo com os estudos realizados durante as visitas técnicas que a autora fez ao museu, ao longo de 10 anos, para concluir o seu mestrado e doutorado sobre museus e turismo cultural. Ou seja, ela é Doutora no assunto!

Musée du Louvre

Ao receber o guia, começamos a leitura com um agradável “Como usar” e os “Mandamentos para se divertir em um museu”. Essas informações são valiosíssimas e usaremos sempre, em todos os museus que iremos visitar daqui para a frente.

Musée du Louvre

São dicas básicas que vão desde como evitar uma overdose de informação, a quando parar para respirar e descansar um pouco para ter mais disposição até o final da visita. É ideal ler esta parte antes de ir ao museu, pois assim você pode planejar e organizar melhor o passeio.

Musée du Louvre

O guia sugere a visita de 18 obras – sendo que uma delas está em restauração neste momento – , todas elas selecionadas a dedo entre as mais de 35 mil expostas atualmente no Louvre.

As explicações são bem didáticas e a linguagem é super acessível. Nada de termos técnicos e chatos para dificultar a compreensão. O legal é que a autora soube unir as informações históricas e técnicas, de forma que é possível analisar e conhecer as obras nos mínimos detalhes em questão de minutos.

Musée du LouvreMusée du LouvreMusée du Louvre

Desde o movimento do pincel, ao contexto da sociedade naquele momento, ou ao momento histórico retratado na obra, o guia orienta o leitor entre as galerias – muitas vezes abarrotadas de turistas do mundo todo – de forma fluída e seguindo uma ordem lógica, sem nos deixar confusos.

Há ainda um mapa de localização extremamente útil. Como o museu tem 220 mil m2 de extensão, ter um mapa é imprescindível para ajudar a encontrar o caminho certo.

Musée du LouvreMusée du Louvre

Com as sugestões dadas, o tempo estimado da visita é de 3 horas, um prazo ótimo para circular entre as três imensas galerias e conhecer diversos movimentos artísticos.

Caso ainda tenha forças no final, há tempo suficiente para explorar por conta própria outros setores do Louvre e conhecer um pouco mais deste acervo espetacular. Não é a toa que aproximadamente 10 milhões de pessoas visitam o museu anualmente.

Musée du Louvre

O essencial do Museu do Louvre possui 63 páginas e é ilustrado para facilitar o reconhecimento da obra descrita. Ele pode ser lido antes ou durante a visita, mas, na nossa opinião, vale a leitura nos dois momentos, e até mesmo após a saída do museu, pois ajuda a compreensão e aprendizado de tudo o que foi visto. 

Musée du Louvre

Garantimos que ver todos os quadros e esculturas passa a ser algo prazeroso e nem um pouco maçante, quando vistos com junto com quem entende do assunto e sabe transmitir o conhecimento. É o fim da cara de interrogação após o excesso de informação visual recebida ao sair do museu!

Musée du LouvreMusée du LouvreMusée du LouvreMusée du Louvre

Todas as fotos deste post foram tiradas no ultimo mês, durante a visita que fizemos ao museu acompanhados do guia O essencial do Museu do Louvre. Algumas obras são as sugeridas pelo guia e outras nos chamaram a atenção e decidimos visitá-las por conta própria.

Musée du LouvreMusée du Louvre

Vale dizer também que, além deste fantástico guia sobre o Louvre, a Patrícia possui no Turomaquia uma série de posts e guias sobre diversos museus espalhados pelo mundo.

Musée du Louvre

Ano passado estivemos nos museus espanhóis acompanhados com as dicas dela e fizeram a diferença. Conhecemos a fundo as obras-chave dos museus e saímos inteiros para passear por Madri. Foi perfeito e recomendamos! Visite a sessão sobre museus do Turomaquia clicando aqui. :)

Musée du Louvre

O guia O essencial do Museu do Louvre por Patrícia Camargo está disponível tanto na versão impressa, como na versão e-book na página deles. Nós levamos no iPad e foi ótimo! Para comprar a sua cópia, clique aqui. Para ter uma amostra de alguns trechos, clique aqui.

Ao ler o título do post, o leitor deve estar se perguntando:

“Eu li café de graça na Starbucks?” o.O

Degustação Starbucks

Nós respondemos que sim e, acredite, só melhora! A degustação é feita com algum produto do cardápio, que harmoniza com a bebida do dia e ainda há uma aula sobre aquele café com o barista, num bate-papo descontraído e super agradável!

“Mas tem alguma pegadinha! Não é possível!”

Nós garantimos, não tem pegadinha! Veja só como funciona (leve isso pra vida: vale em todas as lojas da rede no Brasil e no exterior!):

Todos os dias, às 16:30h – hora local – as cafeterias da rede Starbucks oferecem a degustação de algum café da marca. Pouco antes deste horário, os interessados se apresentam a algum barista do atendimento e informam que querem participar da degustação. Simples assim!

Degustação Starbucks

Naquele horário marcado, um dos baristas da loja reunirá todos os interessados e iniciará a apresentação. Neste momento, há uma explicação sobre o grão escolhido para ser degustado naquele dia. Durante a conversa, a gente aprende não só sobre o grão, mas toda a história que envolve desde a produção do café – nas fazendas espalhadas pelo mundo todo -, os tipos de torra e as diferentes formas de preparo.

Degustação Starbucks - Verona
                                                     Foto: divulgação.

No nosso caso, aprendemos tudo sobre o Verona, um blend das regiões da América Latina e Ásia/Pacífico. Um café de torra escura e que foi preparado na prensa francesa, mantendo todas as propriedades e sabor característico dessa linha.

O primeiro passo da degustação é provar o café puro, sem nenhum tipo de adoçante. Por ele ser de torra escura, o sabor do Verona é bem encorpado e intenso, como todos de torra escura. Ele num primeiro momento se mostra amargo para os paladares de quem gosta de café adocicado, mas com o acompanhamento disponibilizado pelo barista para harmonizar, a diferença é enorme.

Degustação Starbucks

O escolhido para combinar com o Verona naquela noite foi o brownie de chocolate com doce de leite. Amigos… Foi o casamento perfeito! As notas do café se mostraram ainda mais intensas e foi possível sentir bem o sabor de chocolate amargo se destacando. Recomendamos a combinação!

Degustação Starbucks

A experiência dura por volta de 30 minutos ao todo, nada que comprometa muito tempo e uma ótima desculpa para uma pausa no dia a dia, caso você seja sortudo em ter uma Starbucks perto de você, ou para uma pausa no roteiro da viagem, seja no Brasil ou no exterior.

O tamanho do copo é um pouco maior que aqueles descartáveis, com aproximadamente 100ml de bebida e o alimento que harmoniza varia de acordo com o grão escolhido. No Brasil são nove grãos diferentes a venda neste momento, mas no exterior há uma variedade maior, especialmente nos Estados Unidos e são feitas degustações de todos eles.

Degustação Starbucks

Uma das coisas que mais gostamos é que os baristas curtem fazer a degustação, pois é o momento deles demonstrarem todo o conhecimento que possuem sobre os grãos da empresa. Então não pense que por ser uma experiência gratuita, o atendimento será prejudicado, até porque o interesse deles é divulgar e aumentar a possibilidade de venda daquele produto.

Nós fomos atendidos pelo Dani, o gerente regional da Starbucks e que atende a área do Morumbi Shopping, onde fica a primeira loja da rede no Brasil e foi realizada a nossa experiência. Ele é Coffee Master, ou seja, especialista no assunto e adora interagir com os clientes, além de curtir oferecer a degustação do dia. Podem procurá-lo, que ele tem o maior prazer em atender o pessoal que visita a loja.

Degustação Starbucks

Conhecemos também o Ross, que comanda o hilário http://starbucksisthebest.tumblr.com/ ! Ele é estrangeiro e posta sempre foto com os copos que recebe dos baristas. Apesar do nome simples, cada dia ele recebe um copo com um nome completamente diferente e mais engraçado que o outro. Rimos muito do histórico de nomes que ele já recebeu, rs.

Tome nota:

O nome da experiência pode variar de acordo com o país visitado. Aqui no Brasil é conhecida como degustação, mas em Portugal é conhecido como prova de café e na maioria dos outros países é conhecido como coffee taste / tasting.

Essas experiências são programadas para as 16:30h nas lojas da Starbucks, mas podem variar um pouco a depender da demanda da loja naquele momento. O importante é sempre perguntar para o barista e se identificar como interessado em participar.

E como sempre, encerramos a noite com um Frappuccino de Caramelo, nosso favorito para os dias quentes!

Degustação Starbucks

Nosso muito obrigado à rede Starbucks pelo convite! Somos fãs da marca e adoramos participar dessa experiência. :)

Já participou de alguma degustação no Brasil ou no exterior? Conta pra gente como foi!

Premiado diversas vezes pela Skytrax World Airport Awards – em 2011 e 2014 – e também pela World Travel Awards – em 2011 – como o melhor hotel de aeroporto da América Latina, o São Paulo Airport Marriott Hotel foi o primeiro hotel de luxo em um aeroporto brasileiro e se destaca entre as opções de hospedagem próximas ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Com diversas facilidades aos viajantes e muitos serviços disponíveis 24h por dia, o São Paulo Airport Marriott Hotel é uma ótima opção para quem precisa passar a noite no hotel e embarcar num voo bem cedo no dia seguinte, como para quem só precisa de um day use – de até 8h de duração – a fim de relaxar e se recuperar de um longo voo.

Chegamos ao Aeroporto de Guarulhos no inicio da noite e logo fomos para a área externa do Terminal 2 para pegar o transfer gratuito do hotel. Como havia acabado de sair um ônibus no momento em que chegamos, tivemos que esperar em torno de 20 minutos para pegar o próximo. O percurso levou 5 minutos do aeroporto até a recepção do hotel.

São Paulo Airport Marriott Hotel

De cara é possível ver que o hotel é voltado ao publico executivo, com uma arquitetura clássica e de muito bom gosto. Vimos muitas pessoas circulando pelos vários ambientes e falando em diversos idiomas, pois o hotel é o preferido dos estrangeiros que estão nesta região de São Paulo a negócios e eventos. Porém, basta se dirigir à recepção para recordar que já estamos no Brasil, com o atendimento cordial e muito simpático dos funcionários.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Decor sofisticado e um pé-direito triplo chamam a atenção para a recepção e o Atrium Bar do hotel.

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

Há também algumas estações de trabalho individuais e em grupo no lobby. 

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

Ficamos hospedados no 9º andar, chamado de Executive Floor. Este andar se diferencia dos demais por possuir os melhores quartos e suítes do hotel, com alguns serviços exclusivos aos hóspedes.

O destaque fica para o Executive Lounge, que possui itens e a configuração de uma sala VIP, dessas que encontramos nos principais aeroportos do mundo. Confesso que foi umas das coisas que mais curti no hotel!

São Paulo Airport Marriott Hotel

O Executive Lounge está aberto durante 24h, sempre com opções de snacks, itens para leitura, sala de vídeo e sala de reuniões. No período de 6h às 22h, fica pelo menos um funcionário no local, fornecendo assistência aos hóspedes daquele andar, como um espécie concierge. Além disso, ali mesmo, é possível realizar check-in e check-out. Mais uma vez a cordialidade e a simpatia dos funcionários merecem destaque.

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

Além dos snacks em determinados horários, há outros serviços de alimentação disponíveis. Café da manhã entre as 06:00h e 10:00h, happy hour entre 17:30h e 19:30h e um chá noturno entre 20:00h e 22:00h. 

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

Todos os serviços do Executive Lounge estão incluídos no valor da diária. Portanto, não há nenhum pagamento extra por usar o espaço ou usufruir das opções de alimentação e bebidas. Fica a critério do hóspede decidir se quer utilizar os serviços no lounge ou nos espaços comuns do hotel com os demais hóspedes.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Café da manhã servido no Café Deville, principal restaurante do hotel.

São Paulo Airport Marriott Hotel

O apartamento executivo onde ficamos possui a mesma configuração dos apartamentos luxo, com a diferença de ficar no 9º andar e ter acesso ao Executive Lounge. Ambos possuem 30m², uma cama king size ou duas queen size, mini-bar, TV de 32” com canais a cabo, ar condicionado com controle individual, tábua e ferro de passar roupas, cafeteira, cofre, poltrona, mesa de trabalho, janelas anti-ruído e internet wifi gratuita.

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

O banheiro possui banheira de imersão junto com o chuveiro, secador de cabelo e amenities Aqua Lounge.

São Paulo Airport Marriott HotelSão Paulo Airport Marriott Hotel

As opções de lazer são diversas: piscina, quadra poliesportiva, sauna, serviço de massagem e academia super equipada, com professores à disposição. O fitness center tem 400m² e os equipamentos são de ultima geração – até com conexão para iPhone/iPod – e uma ala só para a prática de pilates. O interessante dessas opções é que não há a necessidade de sair do hotel, pois ele fica distante da cidade de Guarulhos e com opções limitadas de transporte.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Como era chegada a hora do nosso voo partindo do Aeroporto de Guarulhos, embarcamos no ônibus do hotel em frente à recepção e pedimos ao motorista para ficar no Terminal 4, pois ele só passa normalmente nos terminais 1, 2 e 3. Fomos prontamente atendidos e em menos de 10 minutos estávamos na Sala de Embarque.

O transfer é oferecido diariamente entre 6h e 0h. Para quem desembarca no Terminal 4, basta pegar um ônibus gratuito da GRU Airport e descer nos outros terminais, onde o transfer passa.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Pontos altos:

- Localização privilegiada a 5 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Guarulhos;

- Executive Lounge e serviço de concierge At Your Service;

- Opção de day use para quem tem conexão longa durante o dia.

Pontos negativos:

- Hotel não recomendado a quem tem interesse em turistar por São Paulo;

- Não há nenhuma opção de lazer ou entretenimento nos arredores do hotel;

- Falta de sinalização do ponto de parada do transfer no Aeroporto de Guarulhos, mas segundo a equipe do hotel, estão tentando solucionar o problema junto à GRU Airport, administradora do aeroporto.

Infelizmente a nossa passagem pelo São Paulo Airport Marriott Hotel foi tão rápida, que não tivemos tempo suficiente para curtir tudo o que era oferecido, mas mal podemos esperar para retornar!

Gostamos tanto da experiência, que repetimos a dose na nossa última viagem à Europa e em breve contaremos a nossa impressão em Amsterdam.

Para reservar o São Paulo Airport Marriott Hotel, clique aqui. Caso tenha interesse no day use, entre em contato diretamente com o hotel no telefone abaixo, mas verifique também o valor da diária, pois pode compensar.

São Paulo Airport Marriott Hotel

Av. Monteiro Lobato S/N, Guarulhos • São Paulo, São Paulo 07190-000 Brasil. Telefone: +55 (11) 2468-6999

O Nós no Mundo se hospedou a convite da rede Marriott.

 

Piscina de borda infinita, quartos espaçosos com decor intimista, restaurantes de Chef renomados, atendimento de primeira… quais são os requisitos para que um hotel seja considerado o melhor de todos?

Nos últimos dias, o Trip Advisorum dos maiores sites de viagens do mundo –  divulgou a lista dos 25 melhores hotéis do mundo. A escolha foi feita pelos usuários do site e inclui hotéis nos mais variados destinos.

E, segundo a pesquisa, o melhor hotel do mundo fica… nas Maldivas!

Gili Lankanfushi Maldives

A República das Maldivas, formadas por mais de 1.000 ilhas, situa-se no sul do continente asiático, próxima à costa do Sri Lanka. Quem já foi, garante que lá é o paraíso. As paisagens são belíssimas, as praias têm areia clarinha e o mar é de água morna.

É nesse cenário romântico que fica o hotel Gili Lankanfushi Maldives, eleito o número 1.

Gili Lankanfushi Maldives

Fotos: Reprodução

O que ele tem que os outros não têm? Bem, o hotel fica em uma ilha particular. Todos os quartos são bangalôs sobre o mar, com direito a deck privativo e hidromassagem externa. O hotel ainda conta com 5 restaurantes, várias quadras de tênis e por aí vai…

Como uma imagem fala mais que mil palavras, vou compartilhar com vocês o “sofrimento” que tive ao assistir o vídeo de divulgação do hotel. Mas fica o aviso: o risco de querer comprar uma viagem imediatamente para as Maldivas é e-nor-me!

Imagem de Amostra do You Tube

Para quem quer aproveitar um hotel Top sem ir tão longe, vale a pena conhecer o Hotel e Estalagem St. Hubertus, o único hotel brasileiro dentre os melhores 25 hotéis do mundo, segundo o site Trip Advisor. Ainda não conheço, mas esse é mais um bom motivo para visitar a Serra Gaúcha. O hotel de Gramado levou o 9º lugar da lista Top  25 Hotels – World.

A lista completa do prêmio Traveler’s Choice 2015 Top 25 Hotels – World pode ser vista aqui.

.

Com um excelente custo benefício e localizado na maior cidade satélite de Brasília, o Comfort Hotel Taguatinga atende bem tanto a quem visita Taguatinga e Águas Claras, como quem precisa de uma opção mais econômica fora do Plano Piloto.

Comfort Hotel Taguatinga

Considerada a capital econômica do Distrito Federal, Taguatinga é a cidade que concentra o maior número de empresas privadas e comercio local na região, além de ser umas das cidades mais badaladas, cheia de opções gastronômicas e casas noturnas para todos os gostos e estilos.

Comfort Hotel TaguatingaComfort Hotel Taguatinga

Localizado na porta de entrada da cidade, o Comfort Hotel Taguatinga se destaca por oferecer diárias a partir de R$120 e ter um padrão de conforto acima da média da região. Os apartamentos são divididos em três categorias: superior, luxo e deluxe, com decoração inspirada nos traços do arquiteto Oscar Niemeyer.

Comfort Hotel Taguatinga

Nos hospedamos em um apartamento luxo e visitamos um superior. O quarto luxo possui cama queen, TV LCD 32” com canais a cabo, ar condicionado,  frigobar, chaleira elétrica, armário com cofre, tábua de passar roupa e ferro a vapor. O banheiro tem um bom espaço e amenities Gerbera.

Comfort Hotel TaguatingaComfort Hotel TaguatingaComfort Hotel TaguatingaComfort Hotel TaguatingaComfort Hotel Taguatinga

O quarto superior é bem parecido visualmente e tem o mesmo tamanho do luxo (22m²), mas não possui a chaleira elétrica e fica nos andares mais baixos do hotel, enquanto a suíte deluxe possui 32m², todos os itens do quarto luxo e um sofá cama.

Comfort Hotel Taguatinga

Para o lazer dos hóspedes existe uma piscina, academia e sauna na cobertura do hotel, e estão abertos todos os dias da semana durante o dia, até o inicio da noite.

Comfort Hotel TaguatingaComfort Hotel Taguatinga

Como o hotel fica na região central de Taguatinga, recomendamos um pouco de cautela ao caminhar nas redondezas do empreendimento à noite, como em todos os grandes centros urbanos. A avenida que passa ao lado do hotel – Pistão Sul – é bem movimentada e pode trazer um pouco de ruído para os quartos nos andares mais baixos, principalmente durante a semana.

Comfort Hotel TaguatingaComfort Hotel TaguatingaComfort Hotel Taguatinga

O metrô que leva ao centro de Brasília e paradas de ônibus são próximos, e o Taguatinga Shopping está a menos de 1 km do hotel. Há supermercados, restaurantes e fast-foods nas redondezas.

Pontos altos

Custo-benefício imbatível;

Wifi cortesia em todo o hotel;

Café da manhã cortesia;

Estacionamento fechado gratuito.

Pontos negativos

Ruído externo nos apartamentos mais baixos;

Só um elevador vai até a garagem, o que pode demorar bastante.

 

Comfort Hotel Taguatinga

Rua Setor Hoteleiro Projeção I, s/nº , Taguatinga Centro – DF.

Fone: (61) 2191-1700

 

O Nós no Mundo se hospedou a convite da Atlantica Hotels.